31 mar 2015

OkCupid, Tinder, POF – O que se faz com isso?!

Categoria: Cultura, Dicas

Por:

Oi Genteeeeee,

Para quem está começando a mergulhar nesse mundo de Au Pair já deve ter ouvido falar dessas redes sociais. Além de promoverem Dates, amizades e etc também pode te ajudar  no inglês!! E aqui vai algumas dicas e o que é cada um haha

O OkCupid é o que costumava usar, e o meu favorito. É como se fosse um Facebook só que para relacionamentos, você cria seu perfil, coloca o que está em busca e etc. Você pode procurar por caras e tem uns que já entram em contato com você.

O Tinder é meio que uma loteria haha Ele só mostra pessoas que estão perto de você. Diferente do OkCupid que você pode falar com qualquer um e procurar por qualquer um. No tinder não, você só pode falar com o cara que te aparece e você tem que dar like nele, se ele não te der o like de volta você não consegue conversar. Eu usei muito pouco porque particularmente não tinha paciência, e quando precisei nunca me apareceu nenhum bonito haha

O POF não sei muito o que falar dele, mais é praticamente a mesma coisa que o OkCupid, só que mais complicado. Eu achei a interface do OKCupid mais bonitinha e fácil. O POF quase não usei, não tenho muito para falar, mais o coloquei aqui porque também é um site de relacionamento hehe.

O que se faz com isso??

* Inglês – Eu criei esse site justamente para me ajudar no inglês, criei ainda quando estava no brasil. Aprendi bastantes expressões lá e abreviações de text em inglês da um super up no inglês e você acaba saindo um pouco da formalidade e aprendendo alguns slang. 

* Dates – Para quem está atrás de um boy magia, esse é o lugar haha. Só tomem cuidado, que sempre tem uns doido falando besteira haha E antes de marcar um encontro com esses caras, certifique-se de primeiro pegar o SnapChat deles por duas razões, primeira você consegue realmente checar se o cara é verdadeiro haha trust me isso conta. E segundo, você realmente checa se ele é realmente bonito como aparenta ser nas fotos haha  * E outra coisa, nunca passe seu telefone antes de ter a certeza de que o cara é legal, eu passei o meu varias vezes só por passar e ficavam me enchendo o saco por semanas até que bloquear o bendito número haha

*Amizades – Sim!!! Você pode encontrar amigos! É difícil mais não é impossível! Tem alguns caras que só estão lá por amizade mesmo, e no próprio perfil você deixa claro que só está em busca de amizade, que na maior parte só caras legais vão entrar em contato com você. Eu tenho amigas que os amigos que elas tem aqui nos Eua foram por causa de umas dessas redes sociais, e são amigos mesmo. Eu queria ter encontrado um amigo, mais não dei a sorte :(

 

Espero que tenham gostado do post. Para quem não sabe eu tenho um Vlog no Youtube, me acompanhem lá. Já fiz vários vídeos falando sobre várias coisaaaas, e no próximo quero falar sobre os Dates!! Então não percam. Beijoooos

No comments

25 mar 2015

A Volta para o Lar Doce Lar!

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oi gente, ja fazem 6 meses que estou de volta ao Brasil, em setembro de 2014 foi o final do meu sonho de Au Pair . E hoje penso se minha adaptação nos EUA demorou tanto quanto minha readaptação aqui. Tive 1 ano e meio incrível sendo Au Pair, lógico que dificuldades e homesicks sempre acontecem mas acredito que isso faz parte do rompimento ao que nos da segurança e de amadurecimento.

Quando cheguei aos EUA achei tudo tão incrível, novo e diferente. Não tive tempo para pensar em saudades nos primeiros meses, meus pais até ficaram um pouco carentes rs. O que vivemos nesse período nos torna mais independentes, fortes, ativas e com sede de explorar mais. Hoje eu não tenho mais tanta vergonha de errar, medo de tentar coisas diferentes e de viajar sozinha. Coisas que para uma garota de cidade pequena, do interior, poderiam ser assustadoras e hoje me instigam a fazer tudo de novo. Ser Au Pair nos abre as portas da liberdade territorial e de conceitos.

Mesmo assim depois de tanto tempo longe de casa estava entusiasmada em rever minha familia e amigos. O primeiro mês foi aquele alvoroço, todo mundo queria saber de histórias e experiências, recebia visitas e telefonemas. Tudo isso me manteve ocupada por um tempo mas quando passou, veio a realidade: eu estava de volta para minha casa e para uma rotina que não era mais a minha, e a vida dos meus amigos e conhecidos havia mudado. Sempre estive em contato mas momentos como casamentos, nascimentos, separações e muitas outras mudanças aconteceram enquanto eu estava fora. E eu percebi que as pessoas que eu anciava tanto por ver tinham mudado muito e o que eles não tinham consciência, no início, é que eu também.

Sinto falta da familia americana que me recebeu tão bem por mais de 1 ano, principalmente das crianças que eu ja cuidava como se fossem minhas e não um trabalho. Das amizades, vindas de todos os lugares do mundo, que fiz por la e dos passeios que eram sempre uma aventura.
Mas hoje estou mais tranquila, fico feliz e agradecida de ter minha familia sempre por perto e meus amigos que, alguns ainda em adaptação rs, estão sempre comigo em todos os momentos. Estou de volta a rotina de trabalho, estudos, passeios de finais de semana e aproveitando sempre os melhores momentos ao lado de quem eu amo!

Engraçado como a gente pensa que sabe onde nosso coração está, queria muito ir para casa mas no momento em que o avião, Nova York – Guarulhos, começou a decolar não consegui controlar as lágrimas.

Por isso quem vai e quem ja embarcou nessa aventura, aproveite sem pensar na data de retorno pois passa muito rápido e para muitos é uma oportunidade única.

Até mais. xoxo

1 comment

23 mar 2015

Snowboarding.

Categoria: Dicas, Viagens e Passeios

Por:

Winter finalmente is over *-* It’s Spring time!!

Agora só mais algumas semanas para o clima começar a esquentar de novo.

E como não podia deixar de aproveitar o inverno, resolvi no último dia ir fazer snowboarding.  Na verdade meu date que me levou até lá! E vou contar uma coisa, a experiência é demais. Amei o esporte e com certeza vou voltar pro próximo winter.

Estávamos em cinco, e o Keegan (amigo do Alex) pratica o esporte há mais de dez anos, porque ele mora pertinho da montanha onde estávamos, que é Mountain Creek em New Jersey. De primeira ficamos treinando na parte para iniciantes, onde a montanha é bem pequena e só tem crianças. E depois de tentar uma vez o Keegan disse para irmos para o topo da montanha. Achei que ele realmente estivesse brincando, porque nem tinha conseguido sequer descer aquela montanhazinha de crianças sem cair, quem dirá a grande, mas mesmo assim lá fomos nós. O topo da montanha é maravilhoso, você consegue ver toda a cidade, coisa mais linda <3 O problema mesmo foi descer aquilo tudo haha Cai milhares de vezes, até a aprender a controlar o balanço o virar o snowboard. Confesso que no começo estava morrendo de medo de quebrar uma perna, braço ou algo do tipo. Até que vi um garotinho que parecia ter uns sete anos descendo a montanha em uma super velocidade como se fosse profissional. Incrível. Pareceu tão fácil. E tentei fazer que nem o menino, levei um tombaço mais não doeu, e também só tinha neve, nada que fosse me machucar, e tentei de novo, e cai de novo até que perdi o medo e toda vez que queria parar aquela coisa só me jogava para trás e levanta de novo. Cheguei ao final da montanha, suando naquele frio, e com a bunda molhada. Então subimos de novo até o topo e descemos de novo. Sério foi demais. Fizemos três vezes, e no fim estava acabada. Nunca fui muito fã de esportes. Mais por Snowboard me apaixonei *-* Foi uma experiência incrível e quem tiver a chance não deixe de ir, de cair, se machucar e se diverti. Aliás, dois dias depois, continuo dolorida sem quase poder mexer os braços, mais nada que não faria de novo.

 

No comments

10 mar 2015

Sobre minha perfeita Host Family

Categoria: Au Pair is...

Por:

Existem host families perfeitas?

A resposta é não! Mais você pode ter a sorte de encontrar uma quase perfeita igual a minha, e vou o citar aqui os “porquês” deles serem quase que perfeitos. p.s: eles só não são perfeitos porque ninguém é perfeito haha;

Desde que cheguei aqui há sete meses atrás. Eu não tenho um fio de cabelo para reclamar da minha família. Juro! Só teve um única vez que fiquei brava com eles, mais foi porque fiquei trabalhando com o os dois pais em casa e as crianças estavam fazendo uma bagunça na caixa de areia e queria mandar eles pra P*** que pariu! haha mais foi só essa vez.

Eu me sinto super sortuda de ter essa família. Eu não sou tratada que nem parte da família. Mais sou respeitada ( isso faz uma grande diferença). Minha relação com eles não é muito calorosa mais também não muito fria. Somos bons amigos. E as crianças para mim são que nem meus irmãozinhos menores *-*

Pra quem não sabe, eu cuido de quatro crianças. Parece loucura, mas é super easy. Os dois mais velhos ficam na escola o dia inteiro e fico só com os dois menores, sendo que o de dois anos vai para daycare duas vezes na semana. Eu não preciso dirigir as crianças, eu não preciso fazer a laundry das crianças (mas eu faço porque gosto de ajudar e só faço é guardar as roupas), eles não me enchem o saco para limpar a casa ou coisas do tipo, eu não preciso levar o cachorro pra passear ou coisa do tipo, até porque eles sabem que o cachorro não é problema meu, nenhuma das kids descem no basement sem antes minha hosta perguntar se pode, eu não tenho criança batendo na porta do meu quarto quando eu não quero, quando eu estou off eu estou off e  eles respeitam isso.

Eu divido o carro com a minha host mom e isso sempre funcionou muito bem, todas as vezes que precisei do carro ela sempre me deixou usar e até mesmo quando ela precisava ela me deixava usar ou pegava o carro da sogra dela. Eu posso chegar em casa a hora que quiser, desde que ela saiba onde estou e se estou segura. Sobre comida ela sempre comprou tudo que eu pedi, sem chorar e nem reclamar, até minha geleia de morango e minhas barras de proteína para a academia. Eu posso trazer quem eu quiser para meu basement (mini apê haha pra quem não viu o vídeo do meu quarto tem aqui), desde que ela saiba quem está vindo, e até o meu date pode vir.Ela sabe da minha vida toda e sempre tivemos uma relação bem aberta sobre tudo. Eu nunca escondi nada dela ou tentei fazer algo pelas costa dela, até porque a cidade é pequena e uma hora alguém pode descobrir. Ela confia em mim, e quando você tem a confiança da família acho que tudo ocorre mais facilmente. Nunca tivemos nenhuma discussão ou coisa do tipo. Eu posso escolher meus weekends off, eu nunca trabalhei mais que as 45 horas, quando ela não precisa de mim ela não me faz trabalhar só pra cumprir as horas ou coisa do tipo, teve semana que cheguei a trabalhar só trinta horas. Eu só fico com os quatro meninos uma vez ou outra e é quando os pais saem para jantar, e mesmo assim ela sempre tenta mandar eles primeiro para casa dos avós e só fico com eles em último caso mesmo. Ela sabe que os quatro não são fácil, então sempre vemos filme ou deixo os mais velhos no ipad.

Pra mim eles são perfeitos e eu sou muito grata pela minha família aqui, falo isso sempre pra minha hosta. Infelizmente nem todas as famílias são assim, eu queria que todas tivessem famílias maravilhosas como a minha. Mais não se esqueça de colocar os pés no chão antes de vir e estar preparada para tudo.

Espero que tenham gostado, beijos :*

 

6 comments

4 mar 2015

Meu quarto de Au Pair.

Categoria: Au Pair is..., Fotos

Por:

Oii Gente,

Antes de ser Au Pair sempre tive curiosidade para saber como era o quarto das meninas. Vivia vendo vídeos no Youtube dos quartos e tudo mais. E hoje vim compartilhar o vídeo do meu quarto com vocês. Espero que gostem. Beijooos :*

Meu quarto :)

7 comments