20 mai 2015

Mom stays at home…

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oiii Meninas,

Vamos lá, esse assunto é bem complicado, com opiniões bem diversas, porém neste post vou falar como foi o meu caso! Já escutei muitas historias, muitas reclamações, por isso não levem apenas como base a minha história com a minha família :) Mas saibam que existem casos bons e casos ruins.

Bom como vocês sabem pelos posts anteriores, eu fechei com a minha sexta família, pois tinha me sentido muito confortável com eles. Um ponto que acaba sendo muito discutido, é sobre mães que trabalham ou ficam em casa sempre. E esse foi o meu caso, fechei com uma família que a mãe não trabalhava e ficava em casa o dia todo. A principio ela estava querendo abrir a própria empresa, mas isso não deu muito certo, vocês saberão adiante o porquê. Cheguei na minha então querida casa, com os meus três pimpolhos, e que eram suuuper grudados na mãe!

Fiquei com a minha host por 1 ano, todos os dias em casa com ela praticamente, a minha baby e o meu menino online slots de 4 anos que só vai para a escola três dias por semana, e o menino de 6 anos vai para a escola todos os dias! O grande ponto positivo de ter ela sempre do meu lado foi que minha host era suuuper aberta, sempre dividiu assuntos pessoais comigo, eu dividia com ela e ela me ajudou demais com o inglês. Gostava muito de ter ela por perto, ela também me ajudava muito com as crianças.

Com o tempo teve alguns pontos negativos, como disse as crianças eram bem apegadas a mãe, o que acabou complicando um pouco a minha vida, pois eu não tinha autonomia nenhuma sobre elas, até que um belo dia cheguei e conversei com minha host e acabamos percebendo que eu estava mais cuidando da minha baby e com ela eu poderia fazer as coisas sem grandes dificuldades, porém ela também chorava horrores quando a mãe queria sair. Com o tempo essa situação foi me estressando bastante. Confesso que fiquei bem cansada, eles gostavam de mim, mas nunca queria sair de perto da mãe, era sempre uma choradeira para ir em qualquer lugar comigo, e isso acaba desgastando.

Aguentei essa situação pois eu realmente era da família, gostava deeemais deles! Eu consegui enxergar pontos positivos e negativos, e sinceramente eu não me arrependo, eles sempre serão minha família americana :), converso e visito eles sempre, hoje as crianças choram por mim, choram para me ver, a situação mudou! Pois eu extendi com outra família por seis meses, mas continuo aqui em DC, então sempre posso ve-los, e vejo o quanto fui feliz lá e o quanto sou feliz hoje, agradeço sempre a Deus por ter me dado duas famílias maravilhosas, independente de algumas dificuldades! :)

É isso ai meninas! Espero que tenham gostado!

beijão! Levitra on pitkän vaikutusajan erektiolääke

2 comments

19 mai 2015

A partir do momento que você está online…

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oiiii Meninas!

Como vão vocês? Bom hoje voltei para falar um pouco sobre como é ficar online e algumas dicas para cada uma de vocês.

Mais para frente, posso fazer um post com passo a passo sobre até o momento de você chegar a ficar online. Porém hoje quero falar um pouquinho sobre como devemos agir quando estamos online. O que eu mais vejo são meninas que não tem paciência para esperar e acabam realizando o “match” com qualquer família. No meu ponto de vista, isso não é nada bom, pois cada um tem personalidade diferente um dos outros, então não são todas as famílias que vão ser boas para você. A partir do momento que seu perfil está online para as famílias, vocês devem ficam calmas e esperar o primeiro contato. Eu sei que não é tão simples segurar a ansiedade, até mesmo porque eu vivi esse momento e sei o quanto ficamos desesperadas para conversar com as famílias e fechar o mais rápido possível.

Minha dica realmente é: Espere, fique calma, converse com as famílias e feche APENAS com aquela que você sentir confortável! Não fique com medo de fazer perguntas. Para você saber como são as crianças, os pais, o dia a dia, sua futura casa, cidade e bairro, você precisa perguntar, isso é uma forma de mostrar seu interesse, não fique com medo, ou até mesmo achando que você vai incomodar! Se a família achar ruim, significa que aquela família não era para você. É muito melhor você vir para cá tendo certeza que você será feliz, do que ter um “rematch” na primeira semana!

Quando aparecer uma família, faça a sua listinha de perguntas sobre absolutamente tudo, pois naquela ansiedade da entrevista você acaba esquecendo muitas coisas, então é sempre bom ter anotações com você! Muitas famílias pedem para mandar um e-mail perguntando tudo o que você esqueceu, mas muitas famílias não tem tempo para ficar respondendo e-mails com uma tonelada de perguntas, então não corra o risco, aproveite para perguntar tudo por Skype e sentir como que é o comportamento da sua possível futura família.

Não deixe a ansiedade tomar conta de você, se você não sentiu 100% de certeza com a primeira família que você conversou, ESPERE! Pode aparecer uma muito melhor, eu conversei com 6 famílias antes de fechar com a minha! Não tinha me sentido confortável até então, estava com muita vontade de vir o quanto antes, mas era 1 ano da minha vida que estava em jogo, não queria chegar em uma família que é totalmente diferente de mim. Eu sou super sensível, super amiga, e amo ficar em família. Eu sabia que eu precisava de uma família acolhedora, que me tratasse realmente como filha e se preocupassem comigo! E foi assim que aconteceu! Eu tive 1 ano inesquecível e mantenho contato com eles sempre, seremos amigos para sempre!

Vá com calma e escolha o que é melhor para você! =)

Beijao! Boa sorte!!!

 

4 comments

13 mai 2015

Decisão

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oiii Meninas,

Hoje vou falar um pouquinho sobre a minha decisão de vir fazer intercâmbio, que foi suuuuper complicada! Cada caso é um caso, então esse post vai servir muito egetapotekda.com para as meninas que estão bem no emprego, estão na faculdade, tem uma vida legal, mas sonha em vir para cá.

Vou contar como foi o meu processo de decisão e os fatos que aconteceram na minha vida, e depois falo sobre a minha opinião. Claro que cada um segue aquilo que achar condizente com o seu momento, quero apenas ajudar e dividir um pouco com vocês :)

Vamos lá, esse sonho começou faz tempo, muito anos de eu começar a faculdade. Antes da faculdade não tinha muitas condições de vir, minha mãe não tinha como me ajudar, e se eu quisesse realmente realizar meu sonho eu precisaria custear absolutamente tudo. Então comecei minha faculdade, e arrumei um emprego! No meu segundo ano, meu amigo me indicou em uma Multinacional Americana, e eu mudei de emprego. Nessa empresa conheci uma super Amiga, que era ex-au pair e me contou sobre o programa, até então não tinha ideia do que era ser Au Pair haha! Au pair? Whaaat? E comecei a pesquisar muito, alias vi muitas coisas nesse blog na época, me ajudou muuuito! :)

Bom, com isso, minha vontade e ansiedade a cada dia eram maiores! Mas a minha primeira decisão foi que não iria parar a faculdade, e depois terminar. Minha primeira opinião aqui, meninas que realmente acham que o intercâmbio é prioridade, eu não vejo problemas em trancar a facu e depois voltar, porém na minha visão e me conhecendo muito bem, eu sabia que se eu online casino não terminasse a faculdade, talvez eu não teria animo para voltar! Então eu resolvi continuar até o final e vir para cá formada! Essa decisão não foi tão difícil para mim, até porque eu me dediquei bastante na faculdade e sabia que no final dos 4 anos eu poderia realizar o meu sonho.

O mais difícil vem agora, eu entrei no meu segundo ano nessa empresa que comentei, como assistente comercial, em 1 ano fui promovida para Consultora Jr, e 1 semana antes de pedir as contas fui promovida a Consultora Sr. :/ . Siiiiiim, foi muuuuito difícil! Eu gostava muito de onde trabalhava, gostava dos meus chefes, gostava de todos, eu estava feliz, mas ao mesmo tempo me faltava algo! Eu precisava realizar meu sonho, e via que aquela era a hora. Terminei minha faculdade em dezembro de 2013, e assim que peguei meu diploma eu pensei, agora preciso ir na agência e fechar meu intercâmbio! Não contei com a ajuda de ninguém, simplesmente fui, paguei com meu dinheiro e fechei o programa! Foi uma decisão difícil, sabia que estava deixando para trás uma carreira promissora, porém eu sei que excelentes coisas me aguardavam, não tenho medo do que virá pela frente. Depois que fechei o intercâmbio, esperei ter meu match para conversar com meu chefe, enfim cada um decide uma coisa, mas eu preferi ter certeza que conseguiria uma família. Tive meu match em 1 mês, e contei para ele na semana seguinte. Bom, foi muito difícil, meu chefe era como um pai pra mim, choreeeei muito, mas tentei explicar para ele que era meu sonho, e que seria bom para minha vida, e não só para o inglês. Na hora ele não entendeu, demorou um dia para a ficha cair, e no dia seguinte ele pediu para conversar comigo e pediu desculpas, disse que entendia minha posição, e que na minha idade ele fez o mesmo! Meu diretor me pediu para esperar dois anos, e ele conseguiria me expatriar, mas preferi não ficar, meu sonho estava ali na minha mão, e eu não ia largar tão facilmente. No final, acabei saindo de portas abertas, como uma despedida incrível da parte deles e com grandes amigos para a vida toda. Então moral da história, se realmente é o seu sonho: corra atrás!! E tome as decisões que serão as melhores para você :)

Boa sorte meninas! beijao

4 comments

13 mai 2015

Planejamento e por onde começar suas viagens!

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oiii Pessoal!

Voltei para falar um pouco mais sobre minhas viagens, e nos próximos posts conto um pouco mais sobre cada uma delas.

Vamos ao que importa, por onde comecei a planejar minhas viagens. Cada um tem uma maneira de fazer seus planejamentos, então faça do jeito que você sentir mais confortável. Vou falar um pouquinho sobre como eu fiz! Vim morar em Capitol Hill – Washington DC =) Eu Amooo essa área! Futuramente conto sobre minha vida aqui, mas voltando haha, tive meu match uns 3 meses antes de vir para os EUA, eu trabalhava na época, mas com 3 meses tive tempo de planejar quais eram meus interesses nesse intercâmbio. Então um belo dia, abri um documento no word e resolvi escrever todos os Estados que gostaria de viajar, e coloquei como titulo: META! Sim, quando eu coloco uma coisa na minha cabeça, eu quero cumprir e faço de tudo para que isso aconteça.

E qual foi o critério que usei? Bom, vamos lá, duas coisas que sinceramente, ao meu ponto de vista, fizeram muita diferença. Primeiro, eu comecei a viajar logo no inicio, sim! No meu segundo mês aqui já estava viajando, já conversava com a minha host sobre os feriados que não trabalharia, e já planejava minhas viagens, então saibam que é muito importante essa comunicação. Ficar esperando que seus hosts vão se preocupar em te avisar, acho que não dá muito certo. Segundo, já tinha em mente que começaria com viagens ao redor de DC e proximidades, e deixaria as mais distantes para as minhas férias (no caso Round trip Califórnia – Vegas – Grand Canyon) e Orlando com a minha Mãe (foi um sonho – que saudadeeee). E assim comecei com a primeira viagem para Phily :) apenas 3 horas de DC de ônibus, um final de semana, com amigas lindas e foi super divertido! Depois Round trip para Nashville e Virginia que não teve fim, viagem com inúmeras histórias quase bati o carro, pq não estava acostumada com carro automático, no meu segundo mês aqui ainda não tinha tirado minha carteira de motorista para dirigir em dc, e não sabia que carro automático vc nem precisa acelerar que o carro já anda super rápido hahaha! Depois NY, Niágara Falls, Connecticut, Boston, Chicago, Williamsburg, e assim vai.

Com o nosso dinheiro vocês conseguem realizar inúmeras viagens, se você tiver o foco de viajar e estudar, claro! Agora se você gastar com outras coisas, roupas, etc, é mais complicadinho! Eu quase não compro nada aqui (um pouco complicado, pq a gente vê cada coisa linda e bem mais barato que no Brasil), mas guardo sempre para meus estudos, e viagens, mas agora que estou quase voltando para o Brasil, estou juntando dinheiro para levar, então parei um pouco de viajar. Ah, e também comecei a namorar há 6 meses com meu lindo brasileiro haha (só podia neh), então ele acabou não indo para Ny, Boston e quer que eu faça com ele, e não vejo problemas. Mas acabarei não indo para outros lugares que poderia ir, mas estou bem realizada com tudo que já vivi aqui, foram os melhores anos da minha vida! :)

Boa sorte meninas! E se divirtam muito aqui!

Beijao!

Comments Closed

7 mai 2015

Viagens

Categoria: Au Pair is...

Por:

Meninas,

Vamos lá… Hoje Levitra 60mg olhando um pouco o face, me deparo com uma questão: Você Au Pair consegue viajar com o salário que vocês ganham mensalmente?
A resposta é: SIM 😀 !!! Felicidade nesse momento em lembrar de todas as viagens que já fiz aqui e que nem nos meus sonhos imaginaria que conseguiria.
Claaaro que não é tão simples assim, a palavra chave nesse caso é PLANEJAMENTO! Você consegue se planejar? Você consegue juntar dinheiro? Você consegue deixar de comprar aquela roupinha para ir na balada a noite? Você consegue comer mais em casa e deixar aquele dinheirinho que você gastava aos finais de semana com besteiras? Se sua resposta for SIM para todas as questões, você facilmente conseguirá realizar muitas viagens durante o seu ano! Se sua resposta for NÂO para alguma delas, comece a planejar desde agora o que você deixaria de fazer para economizar.

Outra dica, quando chegar já tenha em mente onde você quer ir e comece a planejar com a sua família os seus dias de folga. Meus hosts foram muito atenciosos nessa parte, eles sempre diziam com antecedência os feriados que estaria de folga e quais seriam minhas férias, então comecei a viajar desde o meu segundo mês! Conheci mais de 13 estados diferentes no meu primeiro ano, e se Deus quiser ainda terei a oportunidade nesse meu segundo ano. Porém agora o foco para mim é diferente, estou juntando um dinheirinho para levar para o Brasil. O meu primeiro ano sempre tive em mente, viagens e estudos, e economizei tudo para conseguir meu objetivo.

Você como Au pair ganhará $ 800,00, lembrando que isso varia, para o Extraordinaire e Educare, mas se for Au pair ganhará isso. Ou seja, comece a fazer as contas. Vou ser bem sincera, antes de vir, fiz uma lista com todos os Estados que queria visitar, e com o tempo fui colocando em vermelho os que tinha conseguido, isso ajuda muito. Organização e Planejamento, eu sempre tive haha, mas se você não tem eu não jugo! Acho que todos conseguem aprender a se planejar, basta querer!
Voltarei aqui para contar um pouco sobre cada viagem! E muitas das historias que vivi aqui no meu primeiro ano!
Espero que tenham gostado! Qualquer dúvida só perguntar!

Beijao

5 comments