6 mai 2015

Sonho x Vontade dos Pais

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oi Galerinha!!!

Essa semana estava pensando no que escrever, e lembrei de um ponto que tive bastante dificuldade quando tomei a decisão de me tornar Au Pair e embarcar nessa aventura. Sempre tive o sonho de viver nos Estados Unidos e ter essa experiência incrível, porém essa não era a vontade da minha mãe.

Todos nós sabemos o quão difícil é para nossos pais viver longe de nós, perceber que seus bebês cresceram e não precisam de cuidados 24 horas por dia. No meu caso, ainda foi um pouco mais difícil, pois vivo apenas com a minha mãe, meu pai faleceu quando ainda era bem pequena, então temos um vinculo MUITO forte. Agora se coloquem no meu lugar, imagina a minha cabeça quando decidi fechar o intercâmbio :/ . Sim, confesso que foi muuuuito duro!!! Ao mesmo tempo que estava buscando realizar um grande sonho, estava caindo na real que deixaria a pessoa que mais amo no mundo por no mínimo 1 ano! Sim, foi complicado!

Bom, vamos ao que interessa. Não quero casino online dizer que devemos deixar de lado e não escutar as vontades dos nossos pais. Não! Muito ao contrário, sempre devemos conversar e entender o lado deles! E sim, me coloquei no lugar da minha mãe em todos os momentos e sabia o quanto seria difícil para ela ficar sozinha, quantas lágrimas e tristezas surgiriam no meio do caminho. No meu caso, em nenhum momento minha mãe foi totalmente contra, mas ela disse que preferia que eu não viesse. OK, entendi perfeitamente. Depois disso, precisei colocar na balança e entender quais eram os meus objetivos de vida. Bom, tomei a decisão que eu viria, pois sabia que essa oportunidade seria muito boa para o meu aprendizado tanto pessoal, como também profissional e no final isso inclui uma vida melhor para minha mãe também.

Ao meu ponto de vista, as meninas que estiverem com dificuldades em relação aos seus pais, devem sentar e conversar, entender o lado deles e colocar na balança o que será melhor para vocês e para sua família também. Sei que não é fácil, muitas vezes ficamos muito desapontadas por não ter o apoio das pessoas de quem mais amamos, porém no final eles irão perceber o quanto essa experiência é importante para as nossas vidas.
Então galera, se é o seu sonho, corra atrás! Não deixe ele escapar! Não deixe de vir! BATALHE!

Beijao!!! :)

Comments Closed

15 abr 2015

Como conviver com uma cultura diferente?

Categoria: Au Pair is...

Por:

Desde do início do meu processo de Au Pair, escuto meninas perguntando como é ser Au Pair, como conviver com uma cultura diferente e morar com uma família Americana. Nesse post tentarei explicar um pouquinho da minha experiência neste 1 ano convivendo com duas famílias diferentes e 4 nacionalidades diferentes, é isso mesmo que você leu, 4 nacionalidades diferentes  .
Em primeiro lugar, não há segredo, mas um ponto é primordial: Ser uma pessoa adaptável! Sim, você precisa se adaptar aos outros, pois eles não se adaptarão a você. Precisamos entender que estamos lidando com culturas diferentes, e que vamos encontrar muitos hábitos diferentes do brasileiro, e você precisa estar pronta para isso! Quanto mais “open mind” você for, melhor será o seu dia a dia nesse país, você conseguirá aproveitar mais o seu tempo com sua família, e também o seu tempo livre da maneira que você preferir. Parece até bobo falar sobre esses pontos, mas infelizmente muitas meninas tem problemas com adaptação. Você não precisa concordar com os hábitos das pessoas, mas você precisa saber conviver com cada um deles da melhor maneira possível.
O porquê acho esse ponto extremamente importante e que todas as meninas que estão pensando em se tornar Au Pair precisam pensar. Em 1 ano o que mais ouvi das minhas famílias foi que me adapto muito bem as mudanças e que isso torna a nossa convivência muito mais fácil e prazerosa! Sua família precisa sentir-se bem, mas você também precisará! Como disse no começo, em 1 ano e exatamente dois meses, tive a oportunidade de viver com duas famílias, minha primeira família, tive como host mom uma americana, e como host dad um Iraniano, consegui aprender muito com eles, perguntei muito, estava curiosa em tentar aprender e absorver o máximo que podia dessas duas culturas, pois é um aprendizado que levarei comigo para a vida toda. Minha segunda família, foi meu processo de extensão, hoje moro com minha host mom Indiana e com meu host dad Alemão. Novamente, culturas diferentes, mas que estão me ensinando muito, nunca imaginei cozinhar comidas indianas (NUNCA) e hoje é o que mais faço, mesmo sem comer (porque é muuuito apimentada hahaha), mas faço com prazer para minhas kids, é um novo aprendizado, uma nova lição, vale a pena à adaptação!
Sempre soube que não seria fácil, tem momentos que você gostaria de estar com pessoas da sua nacionalidade apenas, eu amo falar inglês, aprender novo vocabulário, mas às vezes você está cansada, às vezes você vai encontrar situações que você não vai concordar, mas acho que tudo se resolve na base da conversa. Minhas famílias sempre estiveram muito abertas para me escutar e dividir as coisas comigo. Aprenda a se adaptar e você terá um excelente ano!  Boa sorte meninas!!!

4 comments