21 abr 2015

Das Amizades…

Categoria: Au Pair is..., Cultura, Dicas

Por:

Oi, meninxs! :)
Hoje to aqui pra dar um conselho sobre um assunto que aflige muitas pessoas que estão pensando em fazer um intercambio: como não surtar sem conhecer ninguém? E quais são as melhores partes de conhecer tanta gente diferente?

Nós todos sabemos que sempre leva um boooom tempo para que conheçamos pessoas e mais tempo ainda pra que a gente passe a confiar, a gostar. Imagina só que loucura se você de repente precisar fazer isso em pouquíssimo tempo? :O
E por isso, aqui vai um conselho de quem sofreu um pouquinho com isso no começo: a gente precisa se abrir mais! Não duvido que você que decidiu fazer um intercambio já seja suficientemente cabeça aberta pra conhecer o novo, mas só isso não basta. Conhecer pessoas de outras nacionalidades ajuda a não se sentir só  e a conhecer culturas diferentes e também te torna mais útil e mais apaixonada pelo seu país, como? eu, por exemplo, adoro apresentar musica brasileira pras pessoas que eu conheço aqui. Alem disso, sabendo que o maior objetivo da maioria das pessoas que vem pra e melhorar o inglês, nada melhor que conviver com pessoas que vão ter apenas o inglês em comum com você para se obrigar a melhorar cada vez mais o seu idioma. Quem nunca teve que dar aquela olhadinha básica no tradutor pra contar alguma coisa bem especifica pra alguém? :)

E, claro, isso de forma alguma te impede de conhecer brasileiros (ainda mais morando aqui nos EUA).  Mas ainda assim e bem diferente, preciso confessar que eu aprendo muito com as minhas amigas daqui e cada dia redescubro mais meu país! :)

Claro que também é necessário dizer que seu ano do intercambio também é tempo de se encontrar consigo mesmo! E a solidão? Ela faz parte e pode ser bem aproveitada! :)
Mas isso é assunto pro próximo post!!! =)

BeijoBeijoBeijo

No comments

15 abr 2015

O que te torna alguém melhor?

Categoria: Au Pair is..., Cultura, Medo

Por:

Depois de alguns meses aqui acho que já entendi que intercambio não é pra qualquer um. Você precisa querer mais!

Viver fora de casa, fora do país, achar que você sabe um idioma (e depois perceber que você não sabe nada!) e morar em uma casa que não é a sua, é um desafio bem maior do que simplesmente querer mudar qualquer coisa na sua vida.

Durante o último ano de faculdade era exatamente isso que eu pensava: eu preciso de alguma coisa nova, os cinco anos de desafio acabaram, agora eu quero algo maior… mas o que? Fui professora durante alguns anos e, apesar de gostar do que fazia, não era exatamente aquilo que me dava a adrenalina que eu tanto procurava, e, encarar o mercado de trabalho assim? Sem ter um momento só meu? Não, eu precisava fazer algo que fosse só POR mim.

Decisão tomada, escolha da família, de lugar, finalmente: EUA, então, você também entende que não é por acaso que a maioria (não todas, claro) das pessoas que decidem descobrir algo novo fora do país é jovem – é nessa idade que podemos experimentar antes que a experiência venha nos cobrar as responsabilidades. Confesso, eu também nunca concordei com essa história de decidir nossas vidas com 18 ou 20 e poucos anos. é cedo demais, e, pelo menos na minha opinião, ainda não tivemos chance nem de conhecer a nos mesmos, quanto mais de decidir o que vai ser da nossa vida daqui pra frente. Mas, também reconheço que nunca é tarde pra mudanças! Sempre podemos começar de novo, não é? :)

E é por isso que se você ainda não conhece seus limites, mas esta completamente disposto a conhecê-los e a superá-los, já ta na hora de repensar o que você vai fazer em um dos limitados anos da sua vida. Com um pouco de sorte, você também vai encontrar pessoas corajosas no caminho que estão tentando a mesma coisa que você e esses reencontros vão fazer você relembrar todo tempo a que veio.

Fácil? Não, não é. E confesso que ate da vontade de desistir de vez em quando, mas faz de você uma pessoa melhor, mais aberta, mais tolerante, faz de você uma pessoa que quer mais.

E isso, ninguém nunca vai poder tirar de você, vai ser parte da sua vida pra sempre.

1 comment

31 mar 2015

OkCupid, Tinder, POF – O que se faz com isso?!

Categoria: Cultura, Dicas

Por:

Oi Genteeeeee,

Para quem está começando a mergulhar nesse mundo de Au Pair já deve ter ouvido falar dessas redes sociais. Além de promoverem Dates, amizades e etc também pode te ajudar  no inglês!! E aqui vai algumas dicas e o que é cada um haha

O OkCupid é o que costumava usar, e o meu favorito. É como se fosse um Facebook só que para relacionamentos, você cria seu perfil, coloca o que está em busca e etc. Você pode procurar por caras e tem uns que já entram em contato com você.

O Tinder é meio que uma loteria haha Ele só mostra pessoas que estão perto de você. Diferente do OkCupid que você pode falar com qualquer um e procurar por qualquer um. No tinder não, você só pode falar com o cara que te aparece e você tem que dar like nele, se ele não te der o like de volta você não consegue conversar. Eu usei muito pouco porque particularmente não tinha paciência, e quando precisei nunca me apareceu nenhum bonito haha

O POF não sei muito o que falar dele, mais é praticamente a mesma coisa que o OkCupid, só que mais complicado. Eu achei a interface do OKCupid mais bonitinha e fácil. O POF quase não usei, não tenho muito para falar, mais o coloquei aqui porque também é um site de relacionamento hehe.

O que se faz com isso??

* Inglês – Eu criei esse site justamente para me ajudar no inglês, criei ainda quando estava no brasil. Aprendi bastantes expressões lá e abreviações de text em inglês da um super up no inglês e você acaba saindo um pouco da formalidade e aprendendo alguns slang. 

* Dates – Para quem está atrás de um boy magia, esse é o lugar haha. Só tomem cuidado, que sempre tem uns doido falando besteira haha E antes de marcar um encontro com esses caras, certifique-se de primeiro pegar o SnapChat deles por duas razões, primeira você consegue realmente checar se o cara é verdadeiro haha trust me isso conta. E segundo, você realmente checa se ele é realmente bonito como aparenta ser nas fotos haha  * E outra coisa, nunca passe seu telefone antes de ter a certeza de que o cara é legal, eu passei o meu varias vezes só por passar e ficavam me enchendo o saco por semanas até que bloquear o bendito número haha

*Amizades – Sim!!! Você pode encontrar amigos! É difícil mais não é impossível! Tem alguns caras que só estão lá por amizade mesmo, e no próprio perfil você deixa claro que só está em busca de amizade, que na maior parte só caras legais vão entrar em contato com você. Eu tenho amigas que os amigos que elas tem aqui nos Eua foram por causa de umas dessas redes sociais, e são amigos mesmo. Eu queria ter encontrado um amigo, mais não dei a sorte :(

 

Espero que tenham gostado do post. Para quem não sabe eu tenho um Vlog no Youtube, me acompanhem lá. Já fiz vários vídeos falando sobre várias coisaaaas, e no próximo quero falar sobre os Dates!! Então não percam. Beijoooos

2 comments

21 fev 2015

Meu aniversário na América, e como foi meu Valentine’s day

Categoria: Au Pair is..., Cultura

Por:

Oi Meninas,

O post será um pouco diferente. Eu fiz um vídeo contando sobre como foi meu aniversário aqui nos Estados Unidos, e aproveitei para contar um pouco como foi meu Valentine’s Day.

Espero que gostem :)

No comments

16 fev 2015

Happy Valentine’s Day ♥

Categoria: Au Pair is..., Cultura

Por:

Love is in the air ♥

Pra quem não sabe, aqui nos EUA o Dia dos Namorados é comemorado no dia 14 de Fevereiro e o nome é Valentine’s Day.

Diz a lenda q um imperador proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Mas o bispo romano Valentim continuou a celebrar casamentos, em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor.  

Aqui a comemoração é bem diferente do Brasil. Porque aqui eles comemoram mais o fato do amor, de amar alguém e tudo mais. As crianças costumam ganhar doces na escola, cartões dos pais, amigos, avós e etc. E todo mundo comemora. Não é só casais igual no brasil;

E como eu não podia deixar de comemorar Valentine’s Day e fiz cupcakes para o meu date e ganhei lindo um colar *-*

No comments