6 dez 2012

Entrevista com Host Family (Ahhhhh que nervoso!)

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Medo

Por:

Olá meninas lindas deste meu Brasil Baronil, hoje o post é para vocês…

Depois que você entrega aquele application no capricho, a mensagem de que a sua pessoa esta online, deveria vir acompanhada de uma super proteção ao F5 do teclado, não é minhas senhoritas?! Pois  a dignissima é apertada mil e quinhentas vezes por dia, nem a melancia dançando na velocidade 100 do creu consegue atingir essa marca.  Tudo isso vem com uma ansiedade de dar medo em toda a população masculina do mundo.

Ai quer enfiar de uma vez só os dois pés na JACA, você recebe o e-mail de interesse, gritaaaaaaa de alegria, já se imagina morando no local, nas fotos  que vão para o facebook e morre em suspiros só quando tem uma entrevista marcada, isso quando é marcada porque comigo teve dois casos de eu receber ligação sem saber, em um deles achei que eu nao estava escutando direito, que a linha estava com problema e desliguei na cara de uma host family, meuuuuuuuu gringo falar NAIARA nossaaaaaaaaaaaaaaaaaa, é muito dificil, até hoje minha host se enrrola e me chama de Naiarraaaaaaaa, Niaraaaaa e afins kkkkkkkk. Minha mais nova me chama de Nauaua, e todas as minhas amigas me chamam assim tambem rsrsrrs.

É interessante abrir um parênteses:

Quando chega mensagem de familia interessada e você nao recebeu e-mail ou telefonema da familia, se você realmente gostou do pefil. Mande um e-mail pequeno se apresentando, com seus contatos e atenção ao melhor horario para ligar.

Voltando ao assunto, pois é minhas queridas desliguei o telefone duas vezes. Até que me liguei no babado, vou falar da minha experiência com as entrevistas. Foi cada uma…. que nossa só rindo só rindo rsrrsrrs, demorou algum tempo mas até que eu aprendi e cá estou rsrsrrs.

Eu não sei vocês mas eu ficava uma pilha de nervos quando ia ter entrevista, minutos antes da chamada ser feita eu não sabia nem falar português, inglês então ahhhh Tá CREIDE. Minha comunicação era um idioma que eu ainda não sei de que parte do mundo ele vem.

Teve uma HF que me perguntou a minha idade, e eu não entendi, gente quando eu lembro eu dou risada, mas naquele dia quando eu desliguei, eu chorei de raiva de mim mesma. Eu tinha feito quatro horas de aula particular e não consegui entender isso. Foi ridiculo, era pura tensão. Claro que nao iria ter match assim, como previsto recebi um e-mail dizendo que meu app era otimo que eu tinha tudo que eles precisavam, MASSSS que existia uma barreira na linguagem, faltou pouco para dizer minha queridaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa vamos estudar?!

Diantes destes pontos, uma lição fica. A primeira impressão é a que fica, não jeitinho brasileiro que solucione a pegada. É lei de oferta e demanda, eles nunca estão entrevistando uma só, existem muitas na fila.

Eu descobri que o fato de marcar e ficar esperando por ligação me deixava doidinha da silvaaaaa

 

Com isso minha mãe super me ajudou, comecei a buscar alternativas para o nervosismo, tomava chá de erva cidreira, ficava com uma massinha na mão, treinava mil vezes as possiveis perguntas, assistia video de comédia para descontrair e por último rezava com muita fé.

Tanto que a familia que eu fechei me ligou sem eu estar esperando, e a conversa fluiu muito bem.

Essa tensão era a minha principal dificuldade, o ano passado eu ajudei a amiga da minha host a selecionar uma au pair. Divulguei em grupos e de au pair a vaga e vi alguns app’s com ela.

Foi muito bom estar do outro lado da cadeira e ter a visão deles, no final ela fechou com uma colombiana porque a filha mais velha dela estava aprendendo a língua. Assistindo as entrevistas vi alguns erros que são bestas mas fatidicos.  A familia era uma otima escolha, duas kids e 6 e 8, muito educadas (eu sei porque faço playdates), carro só da au pair (24 horas), celular, não tem curfew e final de semana livre. Um sonho de consumo  de muita au pair, eu vi só as entrevistas com as brasileiras, para ajudar e explicar depois.

Eram três meninas:

A primeira conseguiu se comunicar bem, mas a host achou que ela não tinha muito critério, já disse que amou a HF de cara, que se precisasse ela limparia a casa inteira no horario livre, não fez nenhuma pergunta mesmo a host falando questionando se ela tinha dúvidas (eu já teria várias), tudo que a host perguntava era sim, querem um exemplo.

HF_Você sabe cozinhar..

Futura Au pair_Sim muito bem e para familia inteira

HF_Me da um exemplo de jantar para as meninas

Futura Au pair_Hummmmmmmmmmmmmmmm (longo viu)

HF_Pode ser comida brasileira, eu conheço e tem alguem aqui que conhece (EU, nao dava para me ver)

Futura Au pair_PICANHA ahhhhhhhh na grelha…

Na hora eu ri, sabia que não podia massssss Joséeeeeeeee, Joséeeeeeeeeee, PICANHA?! Poderia falar arroz, feijão, bife, batata frita, ahhhhh sei lá…. Mas picanha é comum você fazer de jantar para duas garotinhas?!

Eu contornei a situação quando ela desligou e  disse que ri do sotaque, mas ela nem pediu minha opinião disse que a menina estava querendo por desespero, não por afinidade.

A segunda quando entrou online, a chamada estava horrivel, microfone ruim, ligação pessima. Falaram que ligariam depois, mentira riscaram o nome na hora.

A terceira foi muito bem, de dar inveja, pensei comigo: a BIXA é luxuosa se eu tivesse feito igual não teria sofrido tanto. Ela tinha um caderno , anotava tudo, fazia questões inteligentes e por fim disse se poderia mandar um e-mail com as que ela tinha esquecido e eu até achei que ia rolar com ela. Ela foi uma das finalistas como diz minha host, mas a outra levou por causa o espanhol.

Meninas olhando tudo isso com calma, o que fica é que sofremos de bobeira… Se nos preparamos com calma, nos atentando a todos os detalhes até os imperceptiveis, maninaaaaaaaa tá amarrado!

Eu acredito que não existe coincidência, que quando é para ser não adianta fugir, massssss nós podemos dar uma forcinha, agilizar as coisas, otimizar o tempo e não atacar unhas e geladeiras.

Leia com atenção as dicas da APIA sobre o assunto, procure em sites e blogs por possiveis perguntas (se você não conseguir fazer), tambem não vão fazer um milhão de perguntas (o caminho do meio please), teste todos os meios de comunicação, tenha certeza do que você quer  e passe isso. Uma dica que minha amiga deu esses dias, é vocês se atentarem a profissão, ao trabalho dos futuros hosts, porque isso diz muito sobre a pessoa, por exemplo se ela for contadora costuma  ser direta objetiva sem muitos rodeios, se for psicologa vai te analisar e assim por diante. Assim já é mais um trunfo para saber como lidar….

Calma que isso é só uma entrevista, a primeira impressão é a que fica.

Com vocês…

Um beijo, um cheiro e um queijo.

 

 

 

8 comments

  1. Danila disse:

    Nossa gostei muito bom as dicas…

  2. Paula Neves disse:

    Adorei, muito bom!
    Obrigada!
    bjs

  3. Priscila Corrêa disse:

    Olá!
    Muito boas as suas dicas,
    bem, em qual nível de inglês é aconselhável estar?
    bjo

  4. Adorei suas dicas, gostaria de saber se você pode me passar seu e-mail para nos comunicarmos? Tenho algumas dúvidas e gostei muito do seu texto!

    Desde já agradeço 😀

  5. Suse disse:

    Ola,

    Adorei muito o seu post, bastante sensato e realista.
    Este e’ meu contato: suse-sousa@hotmail ou skype suse.araujo1

    Por favorr me adiciona assim poderia tirar mais duvidas que tenho.
    Obrigadaaaaaaaaaaaaaa
    xx

  6. Deise disse:

    Gente…

    Eu iria cometer quase o mesmo tipo de erro pq com certeza iria incluir o feijão (tipico brasileiro) na minha listagem de culinária rsrs. Mas falando sério faz 10 dias que estou on line e até o momento nada achei que preencher o app fosse a pior parte mais me enganei tremendamente… Estou em pânico pq já estou “velha” para o programa faço 27 anos em Maio da pra acreditar? Mas minha fé é tanta que não consigo parar de pensar que vai dar tempo rsrs. Mas gostaria de uma luz, ou até uma indicação rs. A ansiedade é incontrolável. Mas tenho fé que vai dar certo só preciso de um tarja preta ou algo do gênero.

  7. Ive Muffo disse:

    OOii Naiara!

    adorei o post, e assim como as meninas dos outros coment’s se vc puder me add pra dar umas dicas agradeço master : ive.muffo@hotmail.com …face ive muffo. Conversei por skype por uma familia que é “A family” … no curfew, carro disponivel a hora que eu quizer e pra que eu quizer, na cidade grande, quarto enorme e banheiro só pra mim com tds os beneficios, e o principal …uma baby, uminha só e beeem novinha do jeito que eu queria, simplesmente uma nenem maravilhosa, fora que os pais parecem o maximo e são bem parecidos cmg; complicações na entrevista o ingles falho, deu pra conversar (foram 45 minutos!) e nos entender, mandei um email no dia seguinte agradecendo e me desculpando pelas enrolações de comunicação mas ela naum me respondeu = / porem o interesse ainda esta no meu perfil = D Alguma super dica??!!

  8. Ótimo post! O mais útil que já vi até hoje nos meus 6 anos de pesquisa sobre o programa. Estou compartilhando no meu blog. Beijos.

Leave your Commnet!