Manual

Pensando em ser Au Pair

– O que é o programa?
+ História do programa
+ Como é o programa
+ Benefícios:
– Eu me encaixo no perfil?
+ Idade
– Sexo feminino
– Gostar de crianças
– Ter concluído o ensino médio
+ O que posso esperar do meu ano como Au Pair?
+ O que a família espera de uma Au Pair?

Pronto, quero ir!

– Como eu me inscrevo?
+ A importância de uma boa empresa nos EUA
+ Pontos a serem observados na escolha de minha agência
– Como obter a experiência requerida do programa
+ Experiência com crianças
+ Inglês
+ Carteira de motorista

Já me inscrevi. Preparando minha documentação

+ Application
O Application reúne toda a documentação que vc irá preencher e detalhar todas as suas experiências profissionais relacionadas ou não a crianças, dados pessoais, fotos, vídeo, etc, etc.
– Dados pessoais: nessa primeira parte do processo, vc irá fornecer informações como: nome completo, idade, estado civil, numero de irmãos, endereço, telefone, número do passaporte, pessoa para contatar enquanto vc estiver fora ou em caso de emergência e por aí vai…
– Carta para a família: é nela que vc vai falar tudo sobre vc, quais são as coisas que vc mais gosta, como é o lugar que vc mora, como é seu relacionamento com sua família e amigos, quais são seus planos futuros, suas experiências com crianças, suas expectativas, por que vc quer participar do programa e etc.
– Referências é obrigatório apresentar referencias escritas das pessoas responsáveis de todas as suas experiências com crianças. Elas deverão detalhar todas as atividades realizadas e falar um pouco sobre sua personalidade. Lembre-se que todas as referencias serão checadas, ou seja, vc não pode inventar nenhuma delas!!
– Descrição/comprovação da experiência com crianças: Todas as participantes devem preencher um formulário chamado Childcare Experience Form, que é uma tabela, onde vc deve descrever todas as suas experiências com crianças: atividades realizadas, idade e sexo das crianças e nome do responsável por essa experiência.
– Fotos: as fotos são imprescindíveis para que a família hospedeira possa ter uma idéia de como vc é. O ideal é colocar no application entre 6 e 10 fotos, sendo, 1 foto de rosto, fotos com as crianças que vc cuidou, fotos com a sua família, melhores amigos, etc. O ideal é não mencionar que vc tem namorado e não colocar foto dele. É muito importante também, que haja bom senso na hora de escolher as fotos. Evite colocar fotos de biquíni, decote, com copo ou lata de bebida, cigarro, etc.
– Vídeo: é uma nova ferramenta que está facilitando a vida de todas nós! É muito divertido gravar esse vídeo em inglês, contando um pouco sobre o dia a dia, expectativas e experiências. É necessário gravar em um lugar calmo como um jardim, no próprio quarto ou na casa de uma amiga.
– Medical Form: nesse formulário deve ser preenchido parte por vc, parte pelo médico, contém todas as informações sobre seu estado de saúde. Todas as vacinas que vc tomou (sendo que as obrigatórias são: Tétano, Sarampo, Caxumba e Rubéola), se vc tem alguma doença crônica, segue alguma dieta especial, toma algum medicamento, enfim, tudo precisa estar bem detalhado.
– Certificado de conclusão do ensino médio: é necessário apresentar uma cópia autenticada do seu Certificado de Conclusão do Ensino Médio e/ou da Faculdade.
+ Como dar destaque aos meus diferenciais no application para torná-lo mais atrativo para as famílias
  • Fazer o upload do vídeo;
  • Responda todos os e-mails e ligações das famílias hospedeiras rapidamente. Quando agendar um horário para a ligação telefônica ou MSN, esteja pronta no horário combinado. Lembre-se que pontualidade é fundamental para os Americanos;
  • Esteja disposta a cuidar de crianças de todas as faixas etárias e de qualquer região dos EUA;
  • Seja simpática, educada e entusiasmada quando as famílias ligarem pra vc!
+ Como obter o passaporte
É necessário cadastrar-se no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br), emitir o bolteo bancário que será gerado após o seu cadastro, efetuar o pagamento no Banco do Brasil e agendar um horário no endereço mais próximo de sua casa. Os Documentos necessários são:
Documento de identificação, que pode ser:

  • Cédula de identidade expedida por Secretaria de Segurança Pública;
  • Carteira funcional expedida por órgão público, reconhecida por lei federal como documento de identidade válido em todo território nacional;
  • Carteira de identidade expedida por comando militar, ex-ministério militar, pelo Corpo de Bombeiros ou Polícia Militar;
  • Passaporte brasileiro anterior;
  • Carteira nacional de habilitação expedida pelo DETRAN (modelo atual);
  • Carteira de identidade expedida por órgão fiscalizador do exercício de profissão regulamentada por lei;
  • Carteira de trabalho e previdência social-CTPS;

CPF
Título de Eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve). Na falta dos comprovantes, declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais, ou justificativa eleitoral;
Certificado de Naturalização, para os Naturalizados;
Comprovante de pagamento da taxa em REAIS, por meio da guia GRU (Guia de Recolhimento da União), que deverá ser preenchida pela internet, sendo necessário o CPF do requerente ou responsável, código da receita e da unidade arrecadadora conforme tabela das receitas existente na própria guia; -> veja como mais abaixo! Obs: antes de efetivar o pagamento, verifique se a unidade arrecadadora foi preenchida corretamente. Não é possível requerer passaporte em unidade distinta daquela que constar na GRU;
Apresentar o Passaporte anterior , quando houver (válido ou não). A não apresentação deste, por qualquer motivo, implica em pagamento da taxa em dobro;
O brasileiro que tiver seu passaporte válido inutilizado por qualquer repartição consular ou de imigração estrangeiras, no Brasil ou no exterior (por negativa de visto ou deportação), não está impedido de requerer um novo passaporte. Basta apresentar o passaporte, válido ou não, para cancelamento. Com este gesto, o usuário evitará o pagamento da taxa em dobro e a simulação de extravio do passaporte, pois esta acarreta providências inúteis do DPF visando à recuperação do documento;

+ Como obter minha carteira de motorista nacional e internacional
Favor consultar o site do Detran de seu Estado.

Contato com famílias

+ O primeiro contato
Vc receberá uma mensagem eletrônica em seu e-mail avisando que existem famílias interessadas no dossiê, mas não tem detalhes sobre a família. Os primeiros e-mails tendem a ser simples : perguntas sobre o que gosta de fazer no tempo livre, o que gosta de comer, como é sua vida aqui, se gosta de animais de estimação e porque gostaria de ser uma Au Pair.
Lembre sempre : é uma mãe/um pai que está perguntando: responda como a pessoa que irá cuidar de crianças, ou seja, de forma madura e confiante.. Suas atividades de tempo livre não podem ser “ficar na frente da TV” ou “namorando”. Deve ser “ir a parques, brincar, sair com amigos, cinema de vez em quando, ficar com as crianças que você já cuidou e/ou cuida, cozinhar, museus, bibliotecas…” por mais que você nunca tenha pisado em uma. Diga sempre que você adora crianças, conte histórias que aconteceram com vc enquanto cuidava de crianças. Diga como você se diverte com elas. Não aceite nada que não concorde, faça exigências, negocie, ou você não será feliz.
+ O que devo perguntar?
Utilize as perguntas simples para começar o contato, como “nome, profissão, quantas crianças tem na família, nomes, idades e horário da escola. Faça perguntas sobre as crianças e a vida das famílias, do que elas gostam de fazer, de comer, onde gostam de ir. O que tem de diferente e legal no local onde eles moram. Pergunte sobre o trabalho dos pais, se eles gostam, se trabalham dentro de casa ou fora todos os dias, quais os horários.
Queira saber o quanto antes sobre os horários. Você pode descobrir que terá que trabalhar todos os dias até as 10 da noite e ter as manhas livres. Veja se é do seu gosto.
Perguntas sobre como será sua vida, tempo livre, telefone, internet, televisão, etc… se não forem respondidas pela família no primeiro contato, deixe para o segundo ou terceiro contato.
+ O que devo responder?
Espere a família ter interesse por você, até mesmo dizer que quer fechar com você para fazer as perguntas sobre regalias. Aí você pode dizer: “olha, nunca estive tão perto de fechar com alguma família e nunca estive tão animada e interessada. Para oficializar, gostaria de saber as seguintes coisas: (aí voce pergunta de TV, carro, curfew, amigos, tempo livre, etc…). TERMINE DIZENDO: “não há resposta certa ou errada, é somente para eu saber como será minha vida no dia-a-dia.” Isso não é totalmente verdade… se as respostas não te agradarem, você ainda terá tempo de não fechar com a família, mas pelo menos você não vai ter jogado fora uma família boa por bobagem (quer dizer, sem saber os outros aspectos primeiro) e não vai queimar tanto o seu filme. Queimar você vai, um pouquinho, mas depois de decidir que já não queria essa família. Se a família decidir no primeiro telefonema que quer fechar com você, aí sim: NÃO ESPERE E NÃO DESLIGUE SEM TIRAR TODAS AS SUAS DÚVIDAS.

Fechei com a família, e agora?

– Agendando o visto (www.visto-eua.com.br)
+ Como me preparar para a entrevista no consulado
Vários fatores podem influenciar na decisão do oficial consular, portanto é importante estar atenta aos pontos mencionados abaixo, pontos estes que deverão ser abordados pelo entrevistador durante a orientação e revisão da documentação necessária para a obtenção do visto. Comprovação de vínculos com o Brasil Os vínculos do participante com o Brasil é o requisito de maior importância para que tenha o visto concedido. Os oficiais devem ter a certeza que vc voltará ao Brasil após concluir o programa. Estes vínculos podem ser: Vínculo Empregatício: vcs NÃO devem deixar o emprego antes de obter o visto.
É importante comprovar vínculo empregatício através dos 3 últimos holerites e carteira profissional original, mesmo com um salário pequeno, e/ou os holerites de seu responsável financeiro.
A carta do empregador (atual ou recente) deve dizer que a experiência no exterior e a fluência no inglês que vc adquirirá durante o programa, serão muito importantes na sua carreira profissional, além de mencionar sua intenção de retorno ao Brasil no final do programa e uma possível contratação de trabalho.
Vínculos Financeiros: Se vc, seus pais ou responsável financeiro possuírem propriedade(s) em seu nome, ela deverá anexar à sua documentação a escritura do imóvel, o documento de carro e Declaração de Imposto de Renda. Se vc não trabalha ou trabalha mas recebe um salário baixo, e tem investimentos, carro e imóvel em nome próprio, levar a documentação para comprovar tais vínculos financeiros. Tudo que auxilie na comprovação do vínculo com o Brasil.
Vínculos educacionais: É importante incluir o Diploma da Faculdade/ Universidade (se for formada). Eles sabem os nomes de todas as Faculdades/ Universidades Brasileiras e ter se formado ou estar cursando uma instituição conhecida ajuda muito. Se vc não tiver iniciado o curso superior, deverá responder de uma forma que o agente se convença que os estudos são importantes para vc e que vc tem realmente a intenção de retornar ao Brasil para cursar uma faculdade após o termino do programa.
É preciso que vc tenha uma postura firme, porém educada, procurando mostrar-se calma e certa do que está dizendo.
Precisa responder às perguntas feitas pelo oficial procurando uma oportunidade de mostrar seus documentos. Tem que saber o que cada documento representa em termos de comprovação das respostas dadas ao oficial, procurando apresentar o respectivo documento antes de passar para a próxima pergunta. Preenchimento dos formulários do Consulado Americano Vc deverá estar com os formulários DS 156 (preenchido eletronicamente), 157 e 158 devidamente preenchidos, datados e assinados e com uma fotografia colada. Não são aceitos campos em brancos nos formulários. As respostas devem ser completas e por extenso.EX: Dados do cônjuge: Não sou casada. Horário de chegada e aparência Vc deverá chegar ao Consulado Americano com no mínimo 30 minutos de antecedência do seu horário de entrevista. É imprescindível que a candidata esteja bem arrumada. Não deve trajar calça jeans, camiseta, blusa de barriga de fora, bermuda, mini-saia e tênis. Deve estar com o cabelo bem arrumado, penteado, unhas feitas e uma leve maquiagem. Isto ajudará com que o agente de visto tenha uma boa impressão inicial e que vá adiante no processo. Outros fatores que podem influenciar a obtenção do visto Idade: a idade não é ponto decisivo para que a Au Pair tenha um visto negado mas a idade ligada a outros fatores negativos podem levar a participante a não conseguir o visto.
Uma participante mais velha (25/26 anos), já graduada e sem trabalho há um certo tempo ou já trabalhando na sua profissão ou uma participante jovem (entre 18 e 20 anos) que não iniciou o ensino superior ainda, são consideradas candidatas de “alto risco”.
Viagens anteriores ao exterior: se vc viajou para o exterior anteriormente, leve o passaporte (se for antigo) que tenha o(s) visto(s) e o(s) carimbo(s) de entrada e saída do país estrangeiro. Caso tenha viajado para países que não exigem o visto, relatar essas viagens ao agente para que ele perceba que vc já esteve no exterior anteriormente.
EX: viagens à Argentina, Chile, Paraguai, Europa etc.
Nível de inglês: o nível de inglês é também um fator que pode influenciar no resultado. O agente consular vai avaliar se vc tem um nível suficiente para compreender o que lhe é perguntado e responder as perguntas do agente. Exemplos de perguntas feitas durante a entrevista: Pergunta do Oficial: Você tem bens em seu nome? Resposta: Eu não tenho, mas meus pais têm e está aqui a Declaração de Imposto de Renda deles; Sim, aqui estão os documentos do meu carro e do meu apartamento. Pergunta do Oficial: Você pretende voltar para o Brasil depois do programa? Resposta: Sim, pois eu já tenho um emprego quando eu retornar; Sim, pois sou muito ligada a minha família; Sim, pois estarei iniciando o curso de Relações Exteriores, por isso será muito importante esta experiência para minha carreira no futuro Pergunta do Consulado: Por que você está indo participar de um programa de Au Pair? Resposta: Eu vou aprimorar meu inglês, ter uma experiência no exterior e meu currículo vai melhorar na minha volta para o Brasil.

+ Contato com a família
É importante que vc continue conversando com a família até o momento do embarque. Continue respondendo e-mails rapidamente e atendendo todas as ligações.

Preparação para o embarque

+ Arrumando as malas
Para não ficar perdida, o ideal é listar as coisas que você pretende levar. Se achar necessário, liste tudo! Liste as blusas, os casacos, as saias, as bermudas, as calças, os sapatos, as roupas íntimas, os perfumes, os apetrechos, etc. Não se esqueça que há limite para as bagagens – 2 malas com até 32kg cada mais bagagem de mão (verifique com a empresa aérea a medida permitida, pois varia de empresa para empresa). E dependendo de qual meio de transporte vc irá pegar dentro dos EUA para se encontar com a família, o limite da bagagem pode ser reduzido para 23kg. Esteja atenta/o a esses detalhes!
+ Check list
O que levar? Ai vai uma listinha de idéias, se você achar que você não precisa de algum dos itens que sugerimos não leve! Roupas

  • Calças Jeans
  • Calça Social
  • Bermuda/Shorts
  • Camisas
  • Camisetas
  • Meias
  • Roupas Íntimas
  • Pijama/Camisola
  • Moletons
  • Maiô
  • Jaqueta
  • Vestidos
  • Blazer/Terno
  • Saias

Calçados

  • Sandália
  • Chinelo
  • Botas
  • Sapato Social
  • Tênis

Indo para lugares frios

  • Gorro
  • Cachecol
  • Luvas
  • Meias de lã
  • Casaco

Acessórios pessoais

  • Óculos de sol
  • Óculos
  • Lente de contato
  • Cintos
  • Capa de chuva
  • Guarda-chuva
  • Fivelas/Elásticos
  • Chapéu/boné
  • Relógio

Coisas úteis

  • Kit costura
  • Lápis/Caneta
  • Agenda/Caderno de Anotações
  • Secador de Cabelos

Higiene Pessoal

  • Escova de dente
  • Fio dental
  • Pasta de dente
  • Cortador de unhas
  • Lixas de unha
  • Alicate de cutícula
  • Esmalte
  • Pente
  • Escova de cabelo
  • Tesoura
  • Shampoo
  • Condicionador
  • Sabonete
  • Creme Hidratante
  • Talco
  • Band-aid
  • Cotonete
  • Maquilagem
  • Absorventes
  • Bronzeador
  • Protetor Solar

Os básicos

  • Máquina Fotográfica
  • Filmadora
  • Pilhas
  • Adaptador
  • Transformador
  • Dicionário
  • Telefones úteis
  • Guia de viagem
  • Mapas
  • I-POD
  • CD
+ Sugestão de presentes
  • Kit educativo Turma da Mônica (tem vários com diversos objetivos)
  • Brinquedos educativos de madeira (de raciocínio)
  • Havaianas
  • Bola de futebol com bandeiras do Brasil
  • Pião
  • Bolinhas de Gude
  • Bonecos da turma da Mônica
  • Adesivos
  • Boneca de pano (de chaveiro, para grudar no vidro, de bolsa ou a almofada)
  • Produtos da Naturo ou Boticário
  • Bonecas do Sitio do Pica Pau Amarelo
  • Livros com fotos do Brasil (com legenda em inglês); Algumas dicas de livros brasileiros publicados em inglês:
    *National Parks Brazil – Philips Guide PubliFolha
    Há outros livros dessa coleção que especificam mais os estados
    *Coleção “Cores e Sentimentos”
    Cada estado brasileiro tem seu livro com muitas fotos e legendas em inglês e outras línguas
    *Brazilian Cookery – Margarette de Andrade
  • Livro de culinária brasileira (em inglês) – dica: Brazilian Cookery
  • CD’s do BRASIL
  • Garrafa de bebidas típicas (cachaça)
+ Embarque e imigração
  • Guarde os documentos, a passagem, o endereço da família, e telefone de emergência da Organização na sua mala de mão. Estes devem ser mantidos sempre com você
  • Não se esqueça de preencher as etiquetas de identificação de bagagem que veio no seu placement pack, com o seu endereço nos Estados Unidos e colocá-las nas malas.
  • Você tem direito de levar duas malas de, no máximo 23kg cada e uma mala de mão de, no máximo 5 kg (lembre-se que na mala de mão você não poderá levar nada de líquido, pastoso ou algo que possa ser cortante ou que tenha pontas). Não exagere no tamanho das malas. Se você for viajar de trem ou avião (novamente) para a casa da sua host family, fique mais atenta ainda com o peso da sua bagagem!!
  • Saia de casa com antecedência para chegar ao aeroporto de Guarulhos no mínimo 4 horas antes do horário do vôo.
  • É imprescindível que sua bagagem seja despachada aqui no Brasil diretamente para o seu destino final (New York) – o pessoal da companhia aérea sabe disso!!
  • Após o seu check-in, registre aparelhos importados na Receita Federal próximo ao balcão da TAM. É necessário registrar I-Pods com mais de 4 Gb e câmeras digitais com mais de 6.0 megapixels.
  • O formulário I-94 (de imigração) e o formulário Customs Declaration (azul) que você receberá no avião deverão ser preenchidos completamente, utilizando o endereço de sua família hospedeira. Não esqueça de levar uma caneta! Lembre-se que você pode receber esses documentos em português, inglês ou espanhol. Caso esteja em inglês Family Name é o seu sobrenome e não o sobrenome da sua host family, se estiver em espanhol Apellido é sobrenome e não o seu apelido!!
  • Você poderá fazer uma conexão onde passará pela imigração e será obrigatório apresentar: o passaporte junto com o DS2019 e taxa sevis que estão grampeados no seu passaporte e o formulário de imigração I-94. Saindo da imigração você deverá pegar as suas malas na esteira de bagagens e passar pela alfândega e entregue ao oficial o formulário Customs Declaration.
  • Esteja atenta às informações sobre o terminal de onde partirá seu vôo para a orientação indicada em seu boarding pass.
  • Siga até o seu terminal de embarque e procure pelo Gate (portão) de embarque.
  • IMPORTANTE!!!! Atrás do seu placement pack tem os números de telefone da AU PAIR IN AMERICA, inclusive o 1 800 que é um número de emergência gratuito e funciona 24 horas.

Chegada nos EUA

+ Reunião de Orientação
A orientação da Au Pair In America é realizada no hotel Holiday Inn muito bem localizado na cidade de Stamford, CT a 30 minutos de trem de Manhattan.
O hotel está localizado perto de restaurantes, bares, shopping e lojas, além disso, eles oferecem um serviço de transporte dos hóspedes para qualquer lugar da cidade.1º Dia

Durante o primeiro dia, só tivemos uma breve apresentação do hotel e cronograma. É importante ressaltar que a organização de todo o treinamento é excelente! Desde o transfer do aerorporto até o hotel, até a divisão de todas as participantes nos quartos (cada quarto tem 3 meninas que irão morar na mesma região e não são da mesma nacionalidade para que possam praticar o inglês desde o início da viagem).

2º Dia

No segundo dia, após o café da manhã, o primeiro dia de treinamento começou.
Os temas abordados foram:
– Choque Cultural;
– Vivendo nos EUA;
– Dicas para trabalhar com crianças.

3º Dia

No terceiro dia de treinamento, os principais temas abordados foram Abuso e Por que nunca deixar uma criança sozinha.
Na parte da tarde foi realizado um curso de primeiros socorros com a Cruz Vermelha Americana para todas as participantes do Programa oferecido pelo Au Pair in America.
Na parte da tarde, fomos para o City Tour em New Yor City organizado pelo pessoal da Au Pair in America.
A viagem tem duração de 6 horas, conhecemos o Top of the Rock, Rockfeller Center, Time Square, Estátua da Liberdade e o local onde está sendo reconstruído o World Trade Center.

4º Dia

No último dia do treinamento, os temas abordados foram Seguro-Saúde, Direção e Esclarecimento de dúvida das participantes.
Na parte da tarde, início do embarque para as casas de família.

– Encontro com a família

Dia-a-dia do meu programa

+ Primeiros dias com a família hospedeira
Chegou a hora! Você finalmente vai se encontrar com a sua familia. Esqueça todo o seu cansaço da viagem, estresse com as malas, saudades da familia… Essa é uma das melhores chances de você fazer uma boa impressão. Não se esqueça disso!!
Ao encontrar efetivamente com a familia, demonstre que está feliz com a decisão de estar com eles. Abrace se te abraçarem. De atenção as crianças e mostre a elas que você está lá para participar mais ativamente do dia-a-dia delas!
Na viagem de carro para a casa, puxe assunto com a família. Comente a paisagem, o tempo, a orientação, o vôo, o que for, mas não deixe passar nada em branco. Demonstre interesse em saber como foi o dia deles e não reclame de nada. Ao chegar na casa, elogie tudo, seu quarto e tudo mais. Sorria. Seja educada. Demonstre a pessoa que vc é.
+ Adaptando-se à nova rotina
  • Trabalhar mais que 10 horas por dia e/ou mais que 45 horas por semana: Hostparents que fazem isso não somente não são legais como estão CONTRA A LEI. É lei norte-americana que au pairs não podem trabalhar mais que 10 horas por dia e mais que 45 horas por semana sem receber extra. Fica difícil falar isso se a familia é super boazinha, trata a au pair como membro da familia e pede com jeitinho. Mas quanto mais a au pair engole os trabalhos extras não remunerados, mais eles serão requisitados. E quando a au pair tentar evitar, pode ser tarde demais. Se a au pair não fala nada, vai acabar perdendo todo seu tempo livre.
  • Se isso ocorrer com você: caso isso ocorra, sente com a família no fim de uma semana assim, com lápis e papel na mão e com todas as horas trabalhadas marcadas. Se a/o au pair está em casa com a(s) criança(s) sem os pais, não interessa se eles estão vendo TV, a au pair é responsável e deve ser pago por isso. Se você marcou as horas de trabalho direitinho, eles não terão como refutar. Caso eles não concordem, fale com a coordenadora.
  • As crianças estão desobedientes: a tendência dos pais é de dizer “faça do seu modo” ou “é sua responsabilidade”. Pior ainda quando eles acham que é normal (sim, americano acha que criança mimada é normal) e simplesmente não se importam se a au pair está tendo dificuldades de lidar com as crianças.
  • Se isso acontecer com você: O primeiro passo é sentar para conversar com os pais e contar episódios que ocorreram, detalhadamente, exemplificando o problema. Pode parecer fofoca, mas os pais têm que saber o que ocorre dentro de casa quando eles não estão por perto. Feito isso, explique calmamente que voce quer ajudar a acabar com isso, mas não sabe por onde começar. Diga tudo que você já tentou e explicou para a criança e peça luz para um proximo passo.
    Au Pair não tem a obrigaçao de educar, mas caso isso ocorra, ambas as partes saem vitoriosas (na verdade as 3 partes, a da criança também). Exemplos: criança mais velha não aprende a ir no banheiro sozinha, não tem muita higiene (lavar as mãos após ir ao banheiro, usar o guardanapo), nao é educada ao conversar com outras pessoas. Isso pode ser resolvido com alguns hábitos que a au pair pode ensinar. Tome-se como pressuposto que a au pair está lidando com crianças da mesma idade das quais já teve experiência anterior e saberá lidar com esses problema
  • Uso do carro, telefone, TV, computador: Deve ser discutido antes do embarque da au pair. Detalhes são bem-vindos e necessários. Cumpra sempre suas obrigações para depois esperar que eles cumpram as promessas deles. Discuta também sobre o uso e o pagamento da gasolina.
+ Estudando nos EUA
Você pode:

  • Escolher o curso que deseja fazer, com créditos ou não, seja de pintura ou administração ou mesmo inglês
  • Escolher a faculdade onde quer estudar
  • Usar a bolsa quando quiser, se for para estudos
  • A au pair tem o direito de ter tempo livre suficiente para atender às classes
  • Receber ajuda financeira para se locomover para a faculdade. A familia deve prover gasolina, dinheiro para ônibus, trem, ou levar e buscar a(o) au pair.
  • Usar o dinheiro da bolsa para comprar livros, SE A FAMÍLIA CONCORDAR.

Você não pode:

  • Tentar “escapar” de suas obrigaçoes como au pair para fazer o curso que deseja. Voce deve escolher outro que se adeque à sua agenda.
  • Exigir mais de 500 dólares, MESMO QUE VOCÊ NÃO CONSIGA OS CRÉDITOS.
  • Exigir o restante do dinheiro, DEPOIS DE CONSEGUIR OS 6 CRÉDITOS, mesmo que tudo não tenha custado os 500. Isto é, se você conseguir fazer todos os créditos com menos de 500 dólares, a família não tem a obrigação de completar esse dinheiro.

Deveres da Família:

  • Prover a bolsa de estudos de, no máximo, 500 dólares
  • Prover meios da au pair ir para o curso
  • Respeitar a escolha da au pair, se isso não afetar a agenda de trabalho (não vale mandar a au pair fazer um curso mais barato ou de graça se a au pair não quiser, só por causa do preço).

Direitos da Família:

  • A família não precisa pagar os 500 dolares se a au pair conseguir todos os créditos com uma quantidade inferior da bolsa.
  • A família não precisa pagar estacionamento para a au pair, mas pode tirar o dinheiro da bolsa.

Pontos de Negociação:

  • Compra de livros
  • Mudança de schedule
  • Boa vontade (muito boa vontade) da família, se quiser dar mais dinheiro para a bolsa.
+ Que curso fazer?
Você pode fazer qualquer curso que te provenha créditos. Pode, também, fazer cursos que te provenha créditos-hora, que a coordenadora transformará em créditos-aula.
Cada 15 horas de aula equivale um crédito.
Não pode fazer em “escola para adultos” (muito comum nos EUA) e em high-schools. Os mais comuns:

  • English as a Second Language: grammar/toefl preparation/reading/writing/conversaion/business english/academic english/ etc…
  • American Culture
  • Administraçao, Business, Marketing, Humanidades

Como saber se tem alguma faculdade perto de onde eu vou morar? Primeiramente, pergunte para a família. Em segundo lugar, ESPERE CHEGAR NO LOCAL PARA VER! Em último lugar, você pode pesquisar em: www.collegeboard.com. Você pode verificar se a cidade ou região tem algum site de internet.

+ Lidando com Dinheiro
  • Viagens:
    Decida o local e a data com antecedência e PROCURE AMIGOS PARA DIVIDIR AS DESPESAS. Pesquise na internet os preços e condições mais baratas. Para baratear a viagem: leve comida de casa, fique em hostel (uma cama para você num quarto conjunto e banheiro coletivo), vôe em dias de semana e à noite, compre com antecedência.
    Links uteis: www.ivymedia.com www.hostels.com www.greyhound.com www.expedia.com www.hotwire.com
  • Baladas:Novamente amigos podem ajudar muito nesse caso, principalmente rachando gasolina ou até taxi para ir e voltar da balada. Analize bem o local e converse com quem já foi para balada antes. Veja até que horas as baladas ficam abertas, a condução que voce deve pegar para voltar, se tem que pagar estacionamento… Nunca esqueça: beber é caro, mas opcional. E se beber, tem que pagar gorjeta sempre. Link util para colocar “nome na lista” na região de New York: www.velvetlist.com
  • Comprando roupas:Procure, claro, as promoções. Não é dificil encontrar e geralmente elas são muito boas. Palavras chaves: SALE e CLEARANCE. Tenha paciência e garimpe muito. E nao conte com ajuda de vendedora. O que está em promoção está lá para você achar. Não tem nada no estoque não. Mas vale a pena. Outlets e brechós: outras maneiras de economizar dinheiro. Como achar uma outlet perto de sua casa: www.outletbound.com
  • Comprando eletro-eletronicos:
    Desses nao tem como escapar: ou economiza, ou nao compra. Mas vale a pena economizar por algumas semanas. E sempre pesquise muito antes, pergunte para amigos, espere por possíveis promoções (elas são mais comuns do que você pensa). Links úteis: www.bestbuy.com www.compusa.com www.circuitcity.com
  • Jantar e almoçar fora:Somente sob decreto e se estiver morrendo de fome. Não cometa esse erro, você pode comer de graça em casa. Se quiser encontrar uma amiga, no máximo peça um milk-shake no McDonald’s ou um café no Starbuck’s (e olhe lá). Nao precisa ser uma refeição completa, ou você possivelmente acabará gastando U$20 fácil.
  • Cinemas e teatro :Procure por sites de descontos, flyers de desconto (no caso de teatro) e dias especiais que sao mais baratos (no caso de cinemas). Pontos de informações a turistas na sua cidade ou na cidade onde a peça está sendo exibida deve conter isso. Utilize sempre a carteira de estudante, onde ela é aceita.
  • De qualquer maneira, use sempre a cabeça, analise bem o que for comprar e pergunte-se se aquele item é realmente necessário ou se a balada não pode esperar mais uma semana para ir com mais gente. Quem sai “ganhando” é vc.
+ Atividades com crianças
  • Fotos são sempre uma arma para distraí-las.
  • Esportes – Se eles querem te ensinar como joga basketball, baseball, paintball ou qualquer ball, encha-se de paciência e vá aprender. Eles QUEREM te ensinar, então isso significa que querem jogar com você futuramente. É seu dever ser pelo menos bem intencionado em aprender.
  • Parques e similares
  • É importantíssimo que se leve pelo menos uma ou duas vezes por semana quando o tempo está bom, para ter mais contato com outras crianças da mesma idade ou idades diferentes. Ensine-os a respeitar e ajudar os mais novos. Isso inclui:
  • Andar de bicicleta
  • Brincar na praia
  • Brincadeiras brasileiras
  • Ensine as crianças a brincar de barra-manteiga, mãe-da-rua, polícia e ladrão, rouba-bandeira ou qualquer coisa que você brincasse quando era pequeno e gostasse.
  • Artesanato
  • Muitas casas têm um quarto na casa voltado exclusivamente para arte e artesanato para as crianças pois está mais do que provado que isso estimula a criatividade de crianças de todas as idades. Coisas legais para fazer:
  • Papel maché misture uma parte de água com uma parte de cola líquida, molhe papel higiênico em pedaços e cole em qualquer superfície.
    Se colado em volta de uma bexiga cheia (metade dela), pode virar uma máscara em volta de um caderno, pode virar uma capa dura para colorir
  • Papel, lápis de cor/giz de cera, nanquim faça com a criança uma pintura abstrata (bem colorida) num papel (de preferencia mais grosso que o normal) pinte com nanquim por cima (aquarela neste caso não dá certo) depois de secar, faça um desenho por cima do nanquim com um prego, retirando o nanquim de cima e deixando a parte colorida debaixo
  • Efeito sombra pinte um papel branco de laranja e vermelho, como um pôr de sol (pode até colocar o sol lá embaixo) recorte silhuetas de figuras (casas, arvores, pessoas) em preto e cole por cima, montando uma paisagem. Vai parecer uma foto de por de sol.
  • “dia e noite” recorte dois cículos de papel com ajuda de um prato pequeno um deles, separe ao meio e pinte metade de céu de dia e metade de céu de noite o outro, faça a MARCA do diâmetro e desenhe uma paisagem ACIMA DA MARCA DO DIÂMETRO. recorte a paisagem, deixando-a sem céu fure o centro dos dois círculos, colocando um pino frouxo (como aqueles que abrem duas “perninhas” atrás) é só girar o céu atrás para ver a mudança.
  • Colagem misturar partes coloridas ou imagens engraçadas de revistas em colagens pode render quadros interessantes e estimula muito a criatividade.
  • Misture tudo pintura, colagem, glitter, aquarela….
  • Emolduração peça para que os melhores trabalhos sejam emoldurados. se possível, tente fazer as próprias molduras, com papel cartão e papel maché.
+ Vocabulário
  • STROLLER A four-wheeled, often collapsible, chairlike carriage in which small children are pushed. Stroller
  • CAR SEAT A seat used by a child while in a vehicle, for safety purposes. Car Seat
  • POTTY SEAT A small pot for use as a toilet by an infant or young child. Potty Seat
  • HIGH CHAIR A chair with long legs, used by a baby or young child at mealtimes. High Chair
  • SECURITY GATE A small gate used to limit the movement of a child around the house/home/area. Security Gate
  • JUMPER A small wheeled seat used to entertain a child. Jumper
  • SNUGLI A baby carrier which allows the person caring for the child to move about freely while keeping the baby with them. Snugli
  • SIPPY CUP The sippy cup is a spillproof drinking cup designed for toddlers. The sippy cup works via surface tension which prevents liquid from being spilt even when the cup is upended to an upside-down position. Sippy Cup
  • BIBS A bib is a garment worn hanging from the neck on the chest to protect clothing from spilling. It may be made of cloth, plastic or other materials. Bibs
  • BABY BOTTLES A baby bottle is a bottle with a nipple used to feed a baby formula, breast milk or other liquids. Baby Bottles
  • DIAPER PAIL A receptacle/holder used for the disposal of used/soiled diapers. Diaper Pail
  • DIAPER A diaper (in North America) or nappy (in Britain, many Commonwealth countries and Ireland) is an absorbent garment worn by individuals who are incontinent, that is, lack control over bladder or bowel movements, or who are unable to reach the toilet when needed. This group primarily includes infants and young children, as well as some elderly people, some with a physical or mental disability. Diaper
  • BOOSTER CHAIR A Booster Chair is a table level child seat, used to contain a baby/small child during feeding. Booster Chair
  • TEETHING RING Teething rings and other toys are often designed with materials and textures that will soothe the sore gums of a child whose teeth are cutting through. Theething Ring
  • PACIFIER A pacifier (North American English), dummy (British, New Zealand, and Australian English) or soother (Canadian and Irish English), is a rubber, plastic, or silicone nipple given to an infant or other young child to suck upon. Pacifier
  • Cluster A group of au pairs and host families with one Community Counselor.
  • Community Counselor The Au Pair in America program agent in your town.
  • Cultural Event A yearly happening sponsored by Au Pair in America for au pairs in a specific area organized by the Community Counselor.
  • Culture Shock The feelings one may experience when leaving home and living in a different country.
  • DS-2019 A visa document sent to you by the London office of Au Pair in America; necessary for travel in and out of the US.
  • EduCare A program within Au Pair in America that provides more education hours and less child care.
  • Extension Program A legal opportunity to stay longer than one year in the US as an au pair.
  • Extraordinaire A program within Au Pair in America for women who have more training and specific qualifications; differs from country to country.
  • Health Insurance The way that Americans provide health care for themselves.
  • I-94 A card placed in your passport by Immigration upon entry; should be stapled into your passport to prevent loss.
  • J-1 Visa The permission granted by the embassy in your country to allow you to come legally as an au pair.
  • Orientation Learning something new. At Au Pair in America a formal class lasting 4 days.
  • Stamford Office The main Au Pair in America office in the United States; information for reaching this office is available on the US website for the program.
  • Vacation Holiday time.
  • Buddy Friend.
  • Communication The exchange of information or feelings between two or more people.
  • Common sense Being able to make good decisions or take good actions that will benefit everyone.
  • Deductible An agreed amount on an insurance policy that is to be paid by the individual.
  • Development A process of building, understanding or making something change.
  • Expectations An idea or opinion of how things ought to be.
  • Gossip Talking about someone else without their knowledge; usually private information, often an unkind action.
  • Housekeeping The tasks needed to keep the house tidy.
  • Responsibility One’s accountability to another or to oneself.
  • Socio-economic status Refers to a group of people and their level of education and amount of money earned.
  • Social security number An identification number required of all in the United States for work and tax purposes.
  • Solution Finding the right answer to a problem; solving the puzzle.
  • Tip Gratuity; giving money to someone who does a service kind of job for help they may have given you.
  • Vacation Holiday, time off of one’s work schedule.
  • Adolescence The teenage years; the time between being a child and being an adult.
  • Allowance Money given by the adults in the family to the children, sometimes in exchange for work done around the house.
  • Apartment Housing in a building which is joined with other housing; a flat.
  • Apology Saying you are sorry for something you have done or that has happened.
  • Bathroom Toilet area in a house.
  • Behavior The way in which one acts or behaves.
  • Blanket Bed covering to keep you warm.
  • Carpool A gathering of children (or adults) to be driven in the car to the same place (for kids, school, sports, lessons or friend).
  • Conflict Not agreeing with someone; an argument or fight.
  • Counter top The area in the kitchen on which one works or places things.
  • Curfew A time one must be in the house at night; usually used for teenagers or au pairs.
  • Divorce A legal action to separate a married couple.
  • Doorbell The bell by the front door of the house to alert those inside that someone is there for a visit.
  • Environment The natural place people, plants or animals live; the condition in which people live.
  • Feedback Giving your opinion to someone.
  • Formula Liquid food for babies.
  • Garage The place where the cars are kept.
  • Gasoline Petrol; fuel.
  • Laundry Clothes than need to be cleaned by washing; the place in the house where the washer and the dryer are kept.
  • Outlet An electrical plug in the wall.
  • Personality The unique or special qualities of an individual person.
  • Play date A scheduled time for children to play together.
  • Playground A play area for children; usually the park.
  • Praise Saying good things about someone or something.
  • Praise Saying good things about someone or something.
  • Puberty The time at which a child’s body changes making them capable of reproduction.
  • Role model Someone to be looked up to or copied because they live in a way to be admired or sought after.
  • Shelf A flat board, usually on the wall or in a cupboard, where things can be placed.
  • Sibling Brother or sister.
  • Slide A flat surface going from high to low on which children will play.
  • Tricycle/bicycle A toy of 3 or 2 wheels on which children ride and play.
  • Temper tantrum Screaming, kicking, crying by a child to get attention or something he/she wants.
  • Urban In the city.
  • Suburban An area on the edge of a city or larger town, often mainly for living purposes; work will often be in the city.
  • Rural In the countryside; usually relates to a farm or other area with few neighbors.
  • Vacuum cleaner A Hoover; an appliance used to clean the floors and rugs by sucking up dirt.
  • Abdominal Stomach.
  • Absorb To take up or soak in.
  • Ambulance A special car that takes people to the hospital.
  • Blister A swelling or bubble on the skin or other surface; if on the skin it can be painful.
  • Choking Coughing so that breathing cannot happen.
  • Circulation Movement around and/or through, as in blood or water.
  • Compressions Pushing, thrusts.
  • Critical Very important or serious.
  • Emergency An unexpected and sudden happening that must be dealt with quickly.
  • External Outside; for example, your arm is an external part of your body.
  • Flammable Catches on fire easily.
  • Illness Sickness.
  • Internal Inside; for example, your heart is an internal part of your body.
  • Ointment Medicine in an oily base.
  • Poison Control Center A phone number to help you if a child has swallowed something dangerous.
  • Prevention To keep something bad from happening.
  • Rescue To save.
  • Scholarship Money given by someone else for study.
  • Symptom A sign of something, usually not a good sign; signs of illness, such as fever or coughing.
  • Thrusts Pushes.
  • Victim Someone who is hurt or tricked by someone else.
  • Vomit To throw up, to get out of one’s stomach through one’s mouth.

Dicas para aproveitar bem o programa

+ Férias
Toda au pair tem direito a duas semanas de ferias remuneradas durante o ano. Mas isso nao significa que essas férias serão na data que a au pair desejar, muito menos quando os pais desejarem. Deve ser uma decisão conjunta. Se para a au pair a data de férias da familia (quando supostamente os pais terao tempo para olhar as crianças) – é boa, otimo, todo mundo fica feliz. Mas se essa data nao for boa para a au pair por alguma razão forte, assim nao será.
Os pais são recomendados a liberar as ferias depois de 6 meses de trabalho, entao aau pair não precisa (e nao deve) aceitar as férias antes disso se ela não quiser. Por outro lado os pais têm o direito de pedir que as semanas não sejam juntas, pois é mais fácil para os pais tirarem folgas de uma semana no trabalho. Uma outra possibilidade que pode agradar ambos os lados é tirar uma ou as duas semanas de férias no fim do programa, caso a au pair não vá renovar com a familia, vai fazer o mês de turismo ou vai voltar para casa.

Dicas de quem já foi