19 out 2011

Quando bate a depressão…

Categoria: Au Pair is...

Por:

Não tem jeito a depressão chega, e vai abalar o seu emocional, a boa noticia é: você aprende a suportar e ela passa a ser uma saudade que nunca passa ( afinal a distancia vai existir ).

Normalmente, digo isso porque conversei com as meninas durante o processo, a depressão “homesick” chega lá pelo terceiro mês longe de casa, li isso e escutei isso, dizem que a ficha não cai antes disso e que você vive em um momento de euforia, com uma sensação de estar fora do corpo. Até que a rotina surge e com ela a “ficha cai”.

Comigo não foi assim, minha depressão forte foi na primeira semana que eu cheguei na casa. Não foi fácil, a minha hostfamily era incrível, mas era algo que eu não conseguia controlar. Chorei mutiooooo ( quando falo isso acreditem que foi muito mesmo ), chorava por qualquer coisa e a qualquer momento, era vergonhoso muitas vezes. Não tinha controle chorei na frente da familia, a coitada da minha hostmom nao sabia o que fazer para me consolar. Me levo pra fazer tour na cidade. Me levou pra almoça fora quase todos os dias. Ela foi um amor. Mas mãe é mãe e naquele momento meu coração estava na falta da casa.

Depois que essa minha semana infernal passou, meu coração foi ficando menos apertado, e conseguia controlar o choro para apenas nos momentos que me convinha chorar. Até que sanou e só aparecia em momentos especiais , tipo aniversário do pessoal de casa, o meu aniversário e outras datas especiais que cada um tem.

Quando isso acontecia, eu tinha o costume de fazer duas coisas, ou decidia passar o dia na cama vendo tv, e comendo chocolate ( tipo filme americano mesmo ) ou tentava combater aquele sentimento saindo pra fazer compras ( tive um ano meio consumista ), mas eram sentimentos temporários, eu sabia que eles iriam existir quando resolvi ir, não sabia como isso iria me afetar, mas tinha conciencia deles e que fazia parte de uma das coisas que teria que superar e que trouxeram a maturidade que eu estava procurando.

Espero que vocês meninas que estejam indo agora ou vocês que já estão trabalhando como Au Pair, considerem esse periodo meio triste mais muito real do seu ano como uma força que te impulsione a adquirir algo que você procura. Lembre-se que todo mundo passa por isso e tente superar esse periodo da melhor forma que voês souberem.

6 comments

  1. Karen disse:

    Meninas, procurei pelo blog e não encontrei nada que falasse sobre academia. Eu queria muito saber qual o preço de uma academia por aí, se vale a pena, se sobra tempo pra ir com frequência.

    E que agência vocês recomendam pra fechar o au pair?

  2. Karen disse:

    Ah, outra coisa que esqueci de perguntar, o que seriam essas 200horas de experiência com criança? Eu trabalhei em buffet infantil, mas sem carteira registrada, e também não sei se chega a 200 horas. É realmente necessário?

  3. gabimarzola disse:

    Oi Karen tudo bem?

    Sobre a academia assim como no Brasil existe as academias caras e as baratas, algumas vezes o programa Au Pair faz uma parceria com alguma academia da sua area para que nós tenhamos desconto. No meu caso eu pagava 70 dolares por mês. Se da tempo ou não ai depende muito da sua força de vontade para malhar. Você supostamente só pode trabalhar 10 horas por dia, o resto do tempo da pra fazer o que quiser. Eu sou meio preguiçosa e só o fato de correr atras das kids o dia inteiro já considerava minha academia do dia feita! hehe

    Sobre as horas de trabalho sim é bem obrigatório você ter no minimo 200 horas de serviço, mais quanto mais horas você tiver mais confiante as family ficam ao te contratar. Você nao precisa ser registrada, só que no caso o seu patrao do buffet infantil precisa preencher uma ficha que você pega lá no escritorio do AU Pair in America ( Experimento ) e dar referencias suas. Você pode fazer um trabalho voluntário para cumprir as horas exigidas. Foi o que eu fiz, a única coisa é que eu continuei trabalhando como voluntária até o dia de ir embora, assim podia estar sempre atualizando minhas horas de experiencia para mais.

    Quando a agencia eu amo o suporte que a Au Pair in America me deu. Essa agencia trabalha através da Experimento aqui no Brasil. Aconselho muito a fechar com eles.

    Bjus

  4. Karen disse:

    Gabi, obrigada por responder tudo!
    O blog de vocês tem esclarecido MUITAS dúvidas minhas, dúvidas que eu nem sabia que tinha! hahaha
    Beijos!

  5. Juliana Castelli disse:

    Olá Gabi, tudo bem?
    Me candidatei ao Au Pair porém ainda estou aguardando o contato de uma família…
    Queria saber quanto tempo demorou pra você fechar com a família… estou super ansiosa…. e bate uma depressão, tenho a impressão que ninguém vai ligar….
    Beijos

    • gabimarzola disse:

      Oi Juliana tudo bem sim e vc?

      Esse momento que vc está agora realmente é o mais chatinho. Ficar esperando o contato de uma família da uma agonia muito grande pensar na possibilidade de ninguem entrar em contato. Mas rlx que uma hora a familia certa pra vc aparece.

      No meu caso do dia do primeiro contato até eu fechar deu pouco menos de 2 meses, mas pq no meu caso a hostmom queria que eu chegasse antes da nene que estava para nascer, então foi tudo bem corrido!!

      Boa sorte!

      Bjus

Leave your Commnet!