2 abr 2015

Sobre o temido Inglês!

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

Nove a cada dez meninas que me fazem perguntas, nove é sobre o inglês!

* Qual era seu nível de inglês ao chegar ai?

*É dificíl para se adaptar?

* Você conseguiu entender tudo?

*Como está o seu inglês agora?

*Você não tinha medo de falar?

*Como você fez para aprender inglês?

* É difícil de passar no teste da agência?

Entre milhares de outras perguntas que já não consigo mais lembrar. Eu vou contar sobre minha experiência e dar umas dicas de como aperfeiçoar seu inglês :)

Eu sempre gostei muito de falar inglês, me achava super “Fancy” falando em inglês, mesmo com aquele meu inglês meia boca haha. Eu comecei a aprender inglês com sete anos de idade na escola que estudava, porque tinha aula aos sábados. Aprendi as cores, animais, insetos, cumprimentos, frases básicas mais só sabia disso até os meus 14 anos. Foi quando eu ganhei um computador com internet e comecei a fazer download de programas que ensinavam inglês. Com passar do tempo descobri o vagalume, comecei a procurar pela tradução das músicas e pronúncias, fui aprendendo algumas expressões, palavras novas e etc. Então descobri sobre a famosa série Gossip Girl! Que amo até hoje! assisti todas temporadas em legendado em inglês porque era a única forma de se assistir online. Antes disso, odiava ter que assistir legendado. Hoje em dia, corro de qualquer coisa que seja dublada.

Porque eu estou falando isso? Porque se você gosta da língua, quando você chegar aqui, você vai tirar de letra. Agora se você não gosta pode ser um pouco mais difícil.

Quando eu descobri sobre o programa de Au Pair meu inglês era super ruim, juro, não saia do What’s your name? How are you? e blá blá blá. Então, comecei a correr atrás do meu inglês para poder passar no teste da agência (isso um ano antes de fazer minha inscrição). Encontrei uma escola de inglês que tinha duração de 18 meses. Completei esses 18 meses aprendendo só a gramática. O que me ajudou em termos, mas vocabulário, expressões, gírias aprendi somente com músicas, filmes, séries entre outros. Então comecei a aprender a perguntar por coisas do tipo Where is him? or Do you already eat? Porque sempre ouvia nos filmes.

Quando fiz meu primeiro teste na agência, o de michigan, fui reprovada. Porque é uma prova que pede muita gramática, e eu não tinha muita noção na época, só sabia falar aquilo que tinha aprendido nos filmes. Então estudei bastante e passei. Meu ITEP eu achei mais tranquilo que o michigan, porque eu já sabia me expressar e passei de primeira. Meu nível de inglês antes de sair do Brasil era um intermediário pobrezinho, conseguia formular algumas frases, e sempre soube que se me jogassem em NYC conseguiria me achar porque sabia como pedir informações e tudo mais.

Quando cheguei aqui o inglês não foi nem um pouco difícil de me adaptar, por duas razões, primeira que muita coisa que ouvia aqui já tinha ouvido em filme, antes então sabia o que responder. Segundo que eu amo a língua, então vivia falando com todo mundo, mesmo falando errado. Falava pelas culatras e falo até hoje. Então uma dica, veja muito seriado com legenda e filme, porque eles retratam coisas do dia-a-dia, situações e etc. Coisa que você aprende limitadamente em sala de aula. E isso da um super UP no inglês. Falei muito, sem medo de falar, tente falar até as coisas que você não sabe o nome, faça mímica ou desenhe se possível porque você nunca vai aprender o nome daquela palavra se alguém não te disser ou se você não perguntar. E acredite que muitas das coisas que traduzimos no google são diferentes aqui. Eles te dão uma idéia do que se trata, mais as vezes é quase nunca usado ou não faz sentido.

No começo eu não entendia 100%, mais tinha uma idéia do que se tratava porque sempre tinha aquela palavra que conhecia no meio da frase e fazia uma dedução do que se referia. Era como de fosse um jogo de adivinhação, até hoje algumas vezes. E foi só falando o que eu achava, mesmo sendo errado foi que eu aprendi a entender corretamente o sentido da frase ou da pergunta; Então eu repito de novo, não tenha medo de falar, de errar se não você não aprende.

Meu inglês agora está um inglês avançado meio boca haha Eu consigo falar sobre tudo, tudo mesmo. Mais ainda existe palavras que ainda desconheço (varal por exemplo, minha prima me perguntou como se falava e não fazia idéia). Mais já consigo falar sobre estrelas, céu, meus antigos relacionemos, planos pro futuro, besteiras hehe entre milhares de coisa, e foi só conversando muitooooooooo que fiquei assim e continui conversando muitoooooo e sempro aprendo uma palavra nova. Minha melhor amiga aqui é da Republica Checa, a única lingua em comum era o inglês, e ela era uma das únicas com quem conversava, então sempre tentei e tentei falar inglês.

Então minhas dicas maiores são: veja bastante filme, série e etc. Não tenha medo de falar inglês. Se arrisque. Give it a shot. Take the risk!

E para gramática, o duolingo me ajudou muito! Ajuda muito a fixar os tempos verbais e etc.

Espero que tenha ajudado! Dúvidas deixem nos comentários ou me mandem e-mail Gleicii.dias@gmail.com

– XOXO

5 comments

  1. Carol disse:

    Anne, eu queria MUITO tirar umas dúvidas com você, será que você podia me passar seu email ou seu facebook?

  2. Bianca disse:

    Anne <3! Uma das coisas que mais me ajudaram na minha decisão de ser Au Pair foram seus vídeos suas experiências :)
    Falta um tempo para eu ir ainda, mas Se Deus quiser eu vou . Torção por mim <3

  3. Alessandra disse:

    Oii, estou amando o blog, as experiências e as dicas! Na Experimento, como é o processo inicial para o programa de Au Pair? Sei que tem entrevista, ITEP e teste psicológico… esse michigan também faz parte desse processo? Do que se trata?
    Bjinhus

    • Anne Cristina disse:

      Oii

      Fico super feliz que esteja gostando do blog! O primeiro passo é o teste de Michigan e depois você preenche o APP faz o ITEP e a entrevista, entrega tudo e fica online :)

Leave your Commnet!