11 ago 2012

Costumes estranhos dos americanos :p

Categoria: Cultura

Por:

“Excuse me: PRRRRUUUUN” ou ainda “Com licença: BUURRRRP”

Soltar “pum” e arrotar, respectivamente na ordem das onomatopéias de cima, não são ‘tabus’ nem grosseria nos EUA. Crianças, jovens, adultos, idosos, nobres e plebeus fazem isso sem a maior cerimônia… (claro que se estamos sozinhos no aconchego do lar tendemos a fazer isso também sem cerimônia, nem teria porque cantar o hino, estender toalha branca ou qualquer coisa que o valha pra soltar “pum”…) mas nos EUA as pessoas fazem isso em público. Pode ser que até um político num palanque, falando no microfone, peça licença e solte um arroto bem sonoro… e a audiência é capaz ainda de aplaudir…

Quando cheguei e vi que as crianças que cuidava faziam isso tudo sem vergonha e sem ‘remorso’, antes – ou depois, quando não dá tempo de anunciar – eu achei que elas eram mal educadas e comecei a dizer a elas que deveriam falar “I’M SORRY”, que significaria: “Me desculpe pela grosseria que foi peidar ou arrotar na sua frente causando esse barulho desconcertante e esse cheiro ruim pra vc… sinto muito mesmo!”

Mas ao contrário de pedir desculpas… as pessoas simplesmente dizem: “Excuse me”, “Com licença, vou liberar geral, prepare-se pro fedor…”


Vai entender essa nação super revolucionária, educada e desenvolvida… que aceita tudo isso como natural, na verdade é algo natural que todo mundo faz, mas não assim perturbando o sossego público… hehehehe… é uma coisa cultural, pois no Brasil e outros países isso é super condenável também, mas na Itália ou nas Arábias se vc arrota depois do almoço é sinal que curtiu a comida, pode até ser ofensivo se vc não se manifestar!!! Hahaha.

Para mim, ser desenvolvido é ter respeito pelas pessoas, em qualquer ocasião… e arrotar e peidar na presença de outras pessoas é inaceitável… só por acidente mesmo… quando a pessoa tá passando mal, e não dá pra segurar mais, porém discretamente e com um pedido de desculpas após o evento…

Mas então..se vc tiver problemas intestinais, esofagais, incontinência retal ou qualquer coisa que o valha (adoro esssa expressão!) vá para os EUA se expressar! Você vai se sentir LIVRE, LEVE, e seu “pum” ou arroto, literalmente SOLTO… porque aqui não tem as amarras da sociedade que te privam de peidar e arrotar em qualquer lugar sem medo de ser feliz!! Hehehe

Até hoje quando lembro dos “puns” e arrotos que ouvia sem cerimônias e sem vergonha das pessoas, eu dou risada, pois eu ficava com a famosa “vergonha alheia”, a toa, pois eles mesmos não estavam se preocupando com isso… Vai entender os americanos…

1 comment

31 jul 2012

O que é ser Au Pair? Au Pair is…

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

– O que você faz da vida?

– Eu sou Au pair…

– Au o quê?

– Au pair… já ouviu falar?

– Já sim, mas pode me explicar?

OK. Isso pode fazer nenhum sentido pra você, mas é um ganha-pão bem divertido!
Esse ’job’ faz você cuidar de crianças, estudar, morar nos States, viajar, conhecer um monte de lugares e gente, e tudo relativamente de graça…

Não totalmente de graça, porque você paga pra vir, mas é uma vez só e não é muito, e ainda ganha pra estar aqui… ganha uma graninha boa, que é livre só pra você gastar tudo na FOREVER 21 ou sair, torrar em passeios, comidas ou em viagens… eu ando comprando uns casaquinhos que aqui tá bem frio e claro, viajando o quanto posso… o que confere um pouco de glamour à minha vida de trabalhadora!

Eu e as kids fazendo arte!

Eu e as kids fazendo arte!

Moro numa casa super confortável (até demais), num bairro lindo, pertinho de Washington DC, a capital da América (como eles aqui definem os EUA, como se o Brasil e o resto não fosse america…), estudo de graça, tenho carro, comida e roupa lavada e tudo isso pra cuidar de 4 anjinhos… me chamaram de louca quando falei que iria cuidar de 4, porque se ganha o mesmo pra cuidar de 1 ou 10… mas enfim, eu gosto mesmo é de desafio… mas eles são legais, crescidinhos, sou mais motorista que babá… e me divirto sempre que estou trabalhando!


Por que resolvi ser Au pair? Minha vida tava monótona, sem novidades, sem amores, sem esperança…(OHHHH que tragédia grega essa sua vida, vcs podem pensar!) tirando os exageros, eu tava entediada com tudo e resolvi arriscar tudo o que tinha e o que não tinha também e vir… e estou adorando… muitas meninas vem e adoram tanto que acabam ficando pra sempre, mas eu bem quero voltar pro meu Brasil baronil, pois não há lugar melhor que nosso lar, doce lar, e salgado tbm, com feijoada, coxinha, comida da vó e etc… que saudade!

Vida de Au Pair é trabalhar de segunda a sábado, ou sexta para algumas sortudas (depende do que vc combina com a família escolhida antes de vir…) e no fim de semana curtir a vida… eu passo a semana esperando pelo fim de semana… porque é sempre divertido… você conhece lugares, gente, coisas diferentes todo dia… você supera traumas, medos, começa a gostar de coisas que não gostava, abre sua cabeça, aprende um novo idioma, ou vários porque aqui tem gente do mundo todo, é uma Torre de Babel…

IMG_0780Eu, duas das kids e a ex Au Pair

Na minha “regular life” quando não estou brincando de ser Au pair aqui, saio com as amigas vou pra balada, tiro minha roupa-jeca-de-ficar-em-casa ou de brincar com criança e coloco minha jaqueta de couro, meu jeans, botas, cinto e vou pro Rock n’ Roll … sometimes dá vontade e coloco um vizu metal pra pegar as kids na escola… elas até estranham, mas me sinto num filme “Minha babá é rock n’ roll” e me sinto super bem… afinal a vida é um filme… e se não fizermos dele o que queremos, pois somos as personagens principais, ele fica chato!

Bom, esse é um resuminho da minha vida de Au Pair, com rock e glamour!

(Obs: Escrevi este post dia 11/10/11, quando ainda estava nos EUA, para um blog de moda e comportamento que colaboro com algumas amigas, que se chama Rock and Glamour : www.rockandglamour.com.br)

2 comments

16 out 2011

Banheiros públicos

Categoria: Au Pair is..., Fotos, Medo, Viagens e Passeios

Por:

P4300200

Pode parecer bem estranha esta foto, mas fiquei tão impressionada com a limpeza q precisei registrar. Nessa minha vida de viajante acabei percebendo q  bom banheiro público é aquele q vc não precisa tocar em nada para usá-lo. Este é o vaso sanitário do aeroporto de Chicago.

Normalmente nos banheiros públicos americanos sempre tem um papel descartável para revestir o assento e quando damos a descarga, o papel vai junto. Neste caso da foto era diferente. Existia um botão no chão q vc pisava e daí ele trocava o revestimento de plástico deste assento. A descarga era automática, bastava passar a mão na frente deste quadrinho prateado da parede, o mesmo sistema funcionava para pegar o papel higiênico e na pia para lavar as mãos. Ligar a torneira, pegar o sabonete e o papel toalha. Vc entrava e saía do banheiro ilesa, sem tocar em NADA!

No comments

30 jan 2011

1-800-AU-PAIR

Categoria: Au Pair is...

Por:

images

Nos EUA, o 1 800 é o equivalente ao nosso 0800 aqui do Brasil, sendo números para ligações gratuitas. Algo bem comum lá é colocar o nome da empresa ou serviço como complemento do 1 800. Assim, cada letra do nome ou palavra colocada corresponde a um número, que aparecem nas próprias teclas do telefones. Assim, se a letra for A, B ou C, o número a ser discado será o 2. Se  D, E ou F o número é o 3, e assim por diante.

Um exemplo: 1-800-ASK-USPS (o número para tirar dúvidas com o United States Postal Service) fica 1-800- 275-8777.

Logo que cheguei isso era novidade e achei a ideia bem interessante.

Essa é uma boa estratégia para lembrarmos os números e já vi que algumas empresas estão começando a usar isso no Brasil.

2 comments

8 out 2010

A secadora encolhe mesmo as roupas???

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

h1sciQshrinkingClothes

Isso depende muito da roupa e da temperatura que é secada, mas sim, algumas roupas encolhem. Claro que não como é mostrado nos desenhos, mas encolhem.

Roupas de fibras naturais, como algodão ou lã, podem encolher com mais frequência. Isso acontece quando secamos a roupa a uma temperatura maior do que o tecido suporta.

Quando você compra uma roupa e ela não foi previamente lavada, provavelmente irá encolher um pouco na primeira vez que for colocada na secadora, especialmente se for de lã ou algodão. Jeans também pode encolher.

Quando eu lavava blusas de lã e calças jeans, geralmente não colocava na secadora mas sim pendurava na lavanderia pra deixar secar sozinha. Roupas de moletom também têm uma tendência a encolher, mas apenas na primeira secagem.

Algumas roupas, como jeans, conforme são usadas, voltam ao tamanho que estavam antes, mas voltam a diminuir após serem colocadas na secadora. Antes de colocar a roupa na secadora, olhe a etiqueta e seque a roupa conforme está escrito lá, na temperatura adequada. Se estiver falando pra deixar secar em temperatura ambiente, é melhor fazer.

Esse “encolhimento” pode ser bom quando uma roupa está um pouquinho larga, mas como a tendência de quem vai pros EUA é dar uma engordadinha, pode gerar aborrecimentos. RS

No comments