2 set 2011

Como achar o seu curso

Categoria: Au Pair is...

Por:

Quando eu estava no Brasil ainda eu achava que a minha counsuler iria fazer tudo pra mim e eu não ficaria perdida em nada aqui, inclusive para achar o curso que eu gostaria de fazer.
Bom gente, quando você chega aqui você recebe muitos e-mails da APIA sobre cursos no seu estado e de repente cursos rápidos em outro estados também. O problema é que muitas vezes você não entende o que o e-mail quer dizer e as vezes você não entende nem do que é o curso que aquele e-mail está falando. Se você tiver a incrível idéia de ligar pra sua counsuler e perguntar ela vai te falar: “Vou te mandar um arquivo sobre o curso e você pode ler lá direitinho”. Ou seja, não ajuda de nada porque você ta procurando a ajuda dela justamente porque você leu e não entendeu.
O grande conselho pra achar um curso aqui é se virar, procurar no Google, perguntar pra outras Au Pairs da área que estão aqui a mais tempo e de repente a sua Host Family pode saber de alguma coisa também. Quando eu cheguei a minha host trazia panfletos que ela achava na rua e eu perguntava pra todo mundo que eu conhecia. Foi assim que eu achei os dois cursos que fiz aqui.
Desculpem acabar com a ilusão das meninas que estão pra vir mas a grande notícia de hoje é que você tem que se virar mesmo quando chegar aqui. Pode ser que a sua counsuler te chame pra tomar um café se você tiver muitas dúvidas e estiver perdida, mas a grande jogada aqui é se virar como pode. Sua counsuler vai te ajudar com cursos de Inglês, mas se alguém quer fazer alguma coisa de diferente tem que se virar totalmente e ir a luta, virar amigo do Google e das pessoas que moram a sua volta. Se der sorte, conhecer pessoas da sua área ainda.
A qualidade dos cursos de inglês aqui é obviamente muito superior aos cursos de inglês do Brasil. Os cursos que eu fiz foram muito bons e eu aprendi coisas que eu nunca vi na minha vida nos cursos que fiz no Brasil. Sinceramente aprendemos o básico do mais básico possível no Brasil, mas todo inglês é válido quando você chega nos Estados Unidos.
É isso. Façam amizades e peçam dicas sobre cursos. Prestem atenção em panfletos ou anúncios nas ruas. Façam pesquisas no Google porque o Google aqui é muito eficiente, encontro tudo o que eu preciso com facilidade.

2 comments

29 ago 2011

Como enviar caixas para o Brasil

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Dinheiro

Por:

Olá, gente. Tudo bem com todo mundo?
Meu nome é Larissa, tenho 19 anos e sou estreante aqui. Ainda estou nos Estados Unidos, moro em Scarsdale-NY e cuido de 3 crianças que são umas pentelhas, mas a gente se acostuma e começa até a gostar dessas coisinhas gringas. rs Já estou aqui a quase 11 meses, no dia 19 de Outubro volto para o nosso Brasil lindo.
Agora que vocês sabem um pouco de mim, vamos falar sobre uma coisa que muitas meninas me perguntam. Como mandar coisas para o Brasil? Uma outra alternativa muito boa é mandar por navio. A 1 mes atrás eu enviei a minha caixa e estou aqui na torcida pra que ela chegue bem em casa daqui a 3 meses. Vamos então entender como tudo isso funciona.

O valor da caixa que eu mandei é de 320 dolares porque está indo pro interior de SP, mas na capital é $300. A previsão é de 3 meses pra entregarem lá na minha linda residência.
Mandei pela Brasil Courier & Transportadora

Caixa que foi enviada por navioO processo:
Eu fui no mercado brasileiro que fica lá em NYC, no bairro Astoria, e comprei a caixa maior. Só a caixa custa 15 dólares.
Depois disso fica por sua conta trazer ela vazia pra sua casa, enche-la e fecha-la. Vai de você colocar as coisas na caixa de uma forma que não quebre e fique tudo seguro. Eu usei minhas roupas pra fazer a segurança das minhas coisas. rs
Com a caixa pronta para ser enviada, você liga na empresa e agenda o dia para eles virem buscar a sua caixa. O pagamento é na hora que eles vem pegar a caixa!
Você marca o dia mas eles podem vir buscar entre 8 da manhã até as 3 da tarde. O cara chegou aqui um pouco depois do meio dia. Ele é brasileiro, não se preocupem, todas as informações serão em português. kkk Você preenche um formulário com o endereço e todas as informações que ele pede, assina, paga e “adios” caixinha. Easy peazy!

Atenção, a caixa tem limite de peso! Não é só ir jogando coisa la sem se preocupar. rs A minha (maior) acho que o limite é de 68kg ou alguma coisa do tipo. Se passar tem que pagar por volta de 3 dolares por kg.
Também tem o valor de taxa de coleta, buscar a caixa. Aqui em Scarsdale é $40 porque a empresa é lá de New Jersey.
Você pode também pagar seguro, mas infelizmente se alguma coisa acontecer eles não pagarão os valor das coisas que estão dentro da caixa. O seguro cobre o valor que você pagou para enviar a caixa, no meu caso eles me pagariam $320.

Empresa: Brasil Courier & Transportadora.
Valor da caixa MAIOR: $300 pra SP Capital e $320 pro interior.
Tempo de entrega: No maximo 3 meses
O cara: Brasileiro

Se tiverem perguntas enviem ai por comentário que eu respondo voces.
O maior problema no momento é saber se a minha caixa continua navegando ou se a Irene pegou minhas coisas pra ela. rs

35 comments

8 ago 2011

Poupança – por que é importante?

Categoria: Au Pair is...

Por:

Da mesma forma que quando estamos no Brasil é importante termos uma reserva financeira para o que queremos comprar/fazer ou imprevitos, quando viajamos a lógica é a mesma. Diria até que é mais importante, pois estaremos vivendo por conta própria e são raras as au pairs que recebem ajuda dos pais.
Recomendo esse cuidado por experiência própria, pois quando pedi rematch tive que devolver parte do valor do curso de inglês que a familia tinha pago (não perdi nada pq depois a nova familia pagaria de novo o valor), mas por conta da situação fiquei um mês sem salário.

Por sorte, desde que cheguei nos EUA separava parte do meu salário para minha poupança e nesse momento de transição não tive stress por causa de dinheiro, nem precisei me indispor com a familia.
Acontece bastante também de au pairs precisarem de consultas urgentes de dentista ou médico (fora do plano de cobertura do programa) e quem tem dinheiro guardado também evita dor de cabeça.
Guardando bem, sempre tem =) #ficadica

1 comment

5 jun 2011

Pequenos detalhes de NYC

Categoria: Cultura, Dicas, Fotos, Viagens e Passeios

Por:

12-10-2005-36

Nas minhas poucas visitas a New York percebi que uma das coisas mais legais de se fazer por lá é observar as pessoas e os detalhes da cidade. Só de fazer isso já é divertido. Agora eu amei as vitrines!!! Sim, isso mesmo as vitrines das lojas! Elas são um show a parte! Vale muito a pena conferir, principalmente na época do Natal ou de qualquer outro feriado. Mesmo em dias comuns elas já são lindas. Tempos depois vi na televisão o mercado que envolve “as vitrines de NY”, os caras que são contratados pra fazer isso e todo o planejamento. A coisa começa a ser planejada por meses e até um ano antes de começarem a trocar os manequins, uma loucura. Portanto meninas, quando forem a NY não esqueçam de dar uma olhadinha especial nas vitrines!!

No comments

29 abr 2011

Visa Travel Money

Categoria: Dicas, Dinheiro

Por:

Com o aumento das taxas do uso do cartão de crédito em viagens internacionais (as taxas mais que dobraram), uma opção pra quem vai viajar e não quer levar dólar em espécia é o Visa Travel Money (VTM).

Por ser cartão pré-pago, o VTM  não sofre influência das altas e baixas da moeda norte-americana e oferece segurança em relação à cotação do dólar. Essa opção funciona como um celular pré-pago. O cliente primeiro solicita a emissão do cartão e depois pode fazer recargas de 200 a 20.000 dólares, conforme necessário. Caso precise de mais dinheiro, é possível recarregar o cartão do Brasil ou do exterior por meio de uma transferência. visa_travelmoneySem anuidade, esse cartão cobra uma taxa obrigatória de 0,38% de IOF (imposto sobre operações de câmbio) na hora da compra da moeda e o valor fixo de 2,50 dólares (2,50 euros na Europa) a cada saque de dinheiro feito em alguns dos quase 1 milhão de caixas eletrônicos disponíveis no exterior.|

O VTM pode ser carregado no Brasil em dólares, euros ou libra, de acordo com a cotação do dia. O saque é feito em moeda local, em qualquer país, em milhares de caixas eletrônicos.

Outro benefício do plástico pré-pago é que a cotação da moeda carregada no cartão é um pouco mais baixa do que a cotação de papel moeda (espécie). Além da segurança em relação à variação da moeda estrangeira, o VTM apresenta outros benefícios:

  • Segurança: o usuário não precisa carregar a moeda em espécie e, em caso de perda e roubo, o banco emissor, empresa responsável pela operação do VTM, oferece assistência em todo o mundo bem como orientações para qualquer emergência que o usuário tenha em viagens;
  • Facilidade de recarga: é possível recarregar o cartão mesmo estando fora do Brasil;
  • Custos do saque: não há incidência de juros sobre saques no exterior, apenas é cobrado uma taxa fixa de U$2,50 por saque;
  • Controle: o cadastramento no site da banco emissor do VTM permite a consulta ao saldo do cartão, extrato de saques e troca de senha do cartão, além do acesso total a informações sobre números de contato de diversos países e localização de caixas eletrônicos.
  • Pode ser carregado em Dólar, Euro, Libra Esterlina ou Rand.
  • Compras e saques são realizados sempre na moeda do país de destino.
  • Cartão adicional para usar imediatamente em caso de perda ou roubo.
  • Escolha de como utilizar o saldo do cartão no retorno da viagem: devolução em reais, guardá-lo carregado no cartão para uma próxima viagem ou utilizar o cartão nos estabelecimentos afiliados a rede Visa Electron.

UPDATE: Além do Visa Travel Money, há oMasterCard Cash Passport e o American Express GlobalTravel Card.

Aqui há uma comparação entre os três tipos de cartões pré-pagos disponíveis: http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/04/08/cartao-pre-pago-e-opcao-para-fugir-de-alta-de-imposto-compare-opcoes.jhtm

Mais informações:

http://www.visa.com.br/conteudo.asp?pg=1340

http://www.cotacao.com.br/?c=1377

7 comments