3 jul 2011

Driving II

Categoria: Au Pair is..., Medo

Por:

Ter carteira de habilitação é um dos requisitos pra poder ser uma au pair e muitas de nós, ao pensar que terá que dirigir por lá, já fica com medo. E os medos são diversos: não conhecer o lugar, o carro é diferente, algumas leis mudam, o carro é da host family entre outros tantos medos.

carroPorém as host families ajudam nessa adaptação. Logo que cheguei, minha host mother saiu pela cidade comigo, mostrando os lugares que eu deveria saber onde ficam, como a escola das crianças, farmácias, lojas, shopping mall… E foi também nesse dia que ela me “ensinou” a dirigir o carro que seria “meu” enquanto eu estivesse com eles que,  pra ajudar, era uma minivan (enorme). Ela me mostrou como mexer no carro, as marchas (que no carro automático são diferentes), todas as tecnologias que a minivan tinha e, por fim, deu o carro na minha mão. Fiquei um pouco nervosa, ainda mais sob supervisão dela. Mas, apesar de eu levar um tempinho pra acostumar que os carros automáticos têm só dois pedais ao invés de três (só acelerador e freio, sem a embreagem), deu tudo certo. Depois ainda levou um tempo pra acostumar com o tamanho do carro mas, tirando uma batidinha de leve em outro carro (que me custou uns U$200), não tive grandes problemas. É claro que tem a fase de adaptação. Precisamos nos acostumar ao carro (principalmente ao tamanho), conhecer os caminhos, nos adaptar às leis (como ter que parar quando o ônibus escolar está pegando ou deixando crianças, ou que

download

podemos, em alguns estados, virar à direita quando o semáforo está vermelho).

Já na segunda família não tive muitos problemas. Como eu dividi o carro com os hosts, meu host father saiu comigocom os dois carros (sendo um deles uma minivan), pra me mostrar os detalhes e tal. Meu maior problema mesmo foi aprender os caminhos. Mas isso também, depois de um tempinho, deixou de ser um problema.

Coloquei umas fotos dos carros que dirigi: eu quase sumia perto da minivan.

2 comments

10 mar 2011

Dirigir X Experiência

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Medo

Por:

Como sabem, ter carteira de motorista é um requisito básico para qualquer candidata a au pair, mas a dúvida é:  qual o nível de experiência exigida pela família?

Sabemos que a experiência no volante de cada uma varia muito, algumas vivem em cidades grandes e estão acostumadas com rodovias,marginais, transito etc, enquanto outras tem carta, mas só fazem trajetos curtos.

No universo das au pairs a regra é sempre a mesma: a experiência exigida depende da família e seja sempre sincera nas suas habilidades.

 

Num post anterior mostrei a carta de apresentação de uma das famílias com quem morei e eles exigiam nada menos do que 2 anos de experiência dirigindo.

O motivo era que eu iria cuidar de adolescentes e 80% do meu trabalho consistia em dirigir, por isso eles eram rigosos com esse requisito.

Ou seja, a experiência varia de acordo com o perfil da família, com a rotina das crianças e distâncias que serão percorridas (casa-escola/parque/library etc).

 

Dificilmente uma au pair irá dirigir por longas distâncias com as kids, eu mesma só fiz isso uma vez, para levar as kids (essas de outra family que morei) em um playdate na casa de amigos que moravam em outra cidade e nesse caso tive que dirigir nas autoestradas.

 

Basicamente o que a famílias procuram são meninas com boas noções de transito, que prestam bastante atenção e também demonstram um bom controle do veículo.

 

Quando uma au pair chega geralmente os hosts a levam para um tour na cidade, explicam como funciona o carro e deixar ela dirigir supervisionada nesse primeiro momento, foi assim comigo na minha primeira família. Já na segunda família, como eu já estava nos EUA há 4 meses, isso não foi necessário, já acordei no dia seguinte e levei todo mundo para a escola, ou seja, minha host confiou no que eu disse, imagina se quando ela vai sair de carro comigo eu faço alguma barberagem? rsrsrrs

 

Evidente que na primeira vez que pegamos o carro deles ficamos nervosas, dá medo mesmo, você fica pensando “ai meu Deua, esse carro não é meu!” rsrsrsrs, mas como a Angeline comentou, no fim tudo acaba sendo mais fácil do que imaginamos.

 

Portanto meninas, apertem os cintos que o semáforo está verde!

 

Enjoy your ride =)

 

Obs: ah, boa notícia para nós brasileiras, os americanos acham que dirigimos melhor do que as européias! minha host family já teve au pair de todo lugar do mundo e eles sempre falavam, “nossas au pairs brasileiras sempre foram as melhores motoristas”.

 

Para ajudar vocês na busca deste tópico, confira abaixo alguns posts em que falamos sobre dirigir nos EUA:

http://www.aupairis.com/driving/ 

http://www.aupairis.com/international-drivers-license-ii/

http://www.aupairis.com/cuidado-com-as-multas-de-transito/

http://www.aupairis.com/dirigindo-na-neve/

4 comments

4 mar 2011

Dirigindo na neve

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

Algumas dicas:

  • Acelere e desacelere devagar. Introduzir gasoline no motor aos poucos é o melhor método para ganhar tração nas rodas e evitar derrapagens.Não tente dirigir com pressa e desacelere e freie bem devagar para parar nos faróis. Lembre-se parar o carro numa rua com neve/gelo leva mais tempo, por isso fique atent.
  • Dirija devagar sempre. Numa rua coberta de neve, tudo demora mais, acelerar, parar, fazer manobras, virar.
  • Numa rua seca a distância recomendada entre um carro e outro é de 3 a 4 segundos, enquanto na neve essa distância deve ser aumentada para 8 a 10 segundos. Isso garante que você terá mais segurança e espaço para parar o carro.
  • Conheça o freio do carro. Independente se o carro tem freios antitravamento (abs) ou não, a melhor maneira de parar é aplicar uma pressão leve e constante no freio.
  • Se você puder evitar não pare o carro completamente. Existe uma grande diferença na inércia que precisa parar o carro versus com quanto é necessário para manter o carro andando. Se puder diminuir a velocidade até o farol abrir, faça isso.
  • Evite subir ruas muito ingrimes/altas. Aplicar mais gasolina no motor em ruas com neve, fará com que os pneus girem em falso. Você precisará de velocidade e força no início da subida e essa força que deverá levar o carro para cima e não você pisando no acelerador.
  • Não pare no meio da subida. Não há nada pior do que tentar colocar o carro em movimento numa rampa com neve (se fazer rampa em pista normal já é difícil para algumas mulheres, imagina com neve!).
  • Se você realmente não precisa sair, FIQUE EM CASA. Mesmo que você possa dirigir bem na neve, outros motoristas podem não ter a mesma prática. Não se arrisque desnecessariamente.

Texto adaptado do site: http://www.aaapublicaffairs.com/main/default.asp?categoryid=3&subcategoryid=55

Minha experiência

Quando comecei a dirigir na neve achei o máximo e por me considerar boa motorista, não tive medo de já pegar o carro e sair dirigindo, isso até eu bater o carro alguns meses depois….lol….

Detalhe o carro era zero, eles tinham acabado de comprar e eu ainda estava com uma das meninas e uma amiga dela no carro….Basicamente, eu estava devagar, mas não devagar o suficiente para uma rua com neve. A rua tinha duas curvas leves, uma para a direita e outra em seguida para a esquerda, eu (confesso!) estava meio distraída com a música e as meninas e quando vi o carro não respondeu quando virei a direção, estávamos indo direto para o jardim de uma casa, eu virei a direção no sentido oposto e acabei na contramão, quando vi, obviamente vinha um carro na nossa direção, virei de novo o volante, mas ainda assim o carro bateu na lateral do outro carro. Tudo isso aconteceu em segundos! Ou seja, péssimoooo! Essa é uma das experiências que você não irá querer em seu ano de au pair.

Por isso, todo cuidado é pouco e no fim minha host foi compreensiva e o seguro cobriu tudo, mas mesmo assim sabe o que ela me disse?: “Você não precisava ter ido buscar as meninas, podia ter mandado elas esperarem, ou ligado para a mãe de alguém ir buscar”. As vezes queremos ser prestativas demais, mas nessas horas o melhor seria eu ter ligado para minha host e dito: “preciso ir buscar as meninas, mas está nevando muito e estou receosa de pegar o carro”, ela iria resolver a situação de outra forma e ninguém precisaria se arriscar.

Em alguns estados a neve é tanta que é preciso amarrar correntes no pneus para garantir a tração do carro.

Conversem com a sua família sobre dirigir na neve, peçam que mostrem os recursos do carro (alguns tem botões que melhoram a tração) e se a coisa estiver feia lá fora, fique em casa.

No comments