18 set 2010

Chicken out

Categoria: Au Pair is..., Cultura, Dicas, Medo

Por:

Esse é o nosso famoso AMARELAR! Se uma das kids resolver ficar com medo de alguma coisa, chega pra ela e diga: “Oh come on! Don’t chicken out!” hahahha Anote mais essa na sua listinha de phrasal verb.

No comments

19 ago 2010

IDIOMS

Categoria: Cultura, Estudos

Por:

Ou Expressões Idiomáticas são as famosas frases que nós realmente aprendemos quando vivemos no país que a língua é falada. São compostas por palavras que nem sempre fazem sentido quando traduzidas ao pé da letra, o conjunto é que transmite uma ideia.

Uma bem famosa é: “SLEEP WELL – DON’T LET THE BEDBUGS BITE!”

Esta é falada quando você deseja que a pessoa tenha uma boa noite de sono e usamos muito com a kids. Não tem nada de nojento em relação ao bedebug como a Vivi explicou muito bem sobre o inseto…

Para conhecer mais idioms, visite a página: http://www.usingenglish.com/reference/idioms/

No comments

22 mai 2010

Gírias e expressões em inglês II

Categoria: Dicas

Por:

Apresentação1

You betcha! – Pode apostar, garantido.

Give it a rest! – Dá um tempo!

Yeah, right” – Ah, tá bom..só porque você quer.

To shoot the breeze – Jogar conversa fora.

Aconteça o que acontecer – Come what may

Dar uma de bobo – To play dumb

Preciso colocar o sono em dia – I need to catch up on my sleep

Dá para perceber! – You can tell!.

É aí que você entra! – That’s where you come in!

O xis da questão – The heart of the matter.

Só por cima do meu cadáver – Over my dead body!

Qual é o lance? – What´s the deal?

 

No comments

12 fev 2010

The book is on the table…

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Estudos

Por:

Uma dúvida muito frequente aqui no blog, pelo que pude perceber pelos comentários, é sobre o nível de inglês necessário pra ser uma Au Pair. O que as agências de intercâmbio pedem é um inglês intermediário, mas, como definir esse intermediário?

Nesse nível, a pessoa já tem que conseguir manter um diálogo, além das frases feitas. Também conseguir usar os diferentes tempos verbais (e não só simple present ou past). É necessário também ter um bom conhecimento de vocabulário. Enfim, não é apenas o básico, onde se fica mais em verb to be, perguntar nome, informar horário, direções, perguntar preços, falar de rotina e por aí vai. Por nível intermediário entende-se que a pessoa consegue ler, escrever e falar de modo que consiga ser entendida (mesmo que não o fizer corretamente). É conseguir se comunicar mesmo que não tenha domínio da língua.

As agências fazem um teste pra comprovar esse nível intermediário. Quando eu fiz era um teste escrito e depois uma entrevista, nada muito complicado.

“Mas meu inglês não é bom, o que eu faço???”A língua inglesa, na minha opinião, não é nenhum bicho de sete cabeças. Sei que para algumas pessoas pode parecer um monstro, porém é uma língua que não tem taaaaantas regras.  Quem pretende ser Au Pair é bom estudar o inglês. Se quer ir logo, vale a pena se dedicar à língua, com aulas particulares ou naqueles cursos de menor duração (em ¼ do tempo ou coisa parecida).

“E eu preciso saber falar bem???” Conheci meninas que foram com um nível bem básico e conseguiram se virar. Não diria que é o ideal, porém não acho que seja impossível. Logo que chegaram elas se inscreveram em cursos de inglês gratuitos, oferecidos nas bibliotecas e escolas públicas. Isso ajuda bastante no aprendizado da língua. Pouco tempo depois já conseguiam se comunicar bem, entender o que diziam e serem entendidas.

Fato é que mesmo quem já tem um nível avançado de inglês no começo não são tudo flores. O inglês que aprendemos aqui é diferente do inglês falado lá., onde as pessoas falam muito mais rápido, com gírias, contrações de palavras… e leva-se um tempo pra acostumar com isso.

Quando fui eu tinha nível avançado e sim, ia nos restaurantes e era difícil entender as pessoas ou meus hosts faziam piadas e eu não tinha a mínima ideia do que eu estava rindo. Minha host family sempre me ajudou, tentando falar mais pausadamente e usar sinônimos pras palavras que eu não entendia. Meu maior problema quando estudava inglês era o vocabulário e essa dificuldade continuou por lá e as kids eram as que mais me ajudavam com isso. Demorei aproximadamente 4 meses pra conseguir entender tudo o que me falavam ou o que diziam na TV , no rádio, nas músicas e filmes. Falar até que não era o meu problema, o pior era entender o que falavam mesmo.

Enfim, se você está indo ou quer ser uma Au Pair e seu inglês não é muito bom, não desista por causa disso. Vale a pena investir no aprendizado da língua, pois quanto mais domínio você tiver, mais fácil será a comunicação por lá. E também lembrando que não há maneira melhor de dominar o idioma de determinado país do que estar imerso na cultura e se comunicar com as pessoas desse lugar.

3 comments

24 jan 2010

Gírias e expressões em inglês

Categoria: Dicas, Estudos

Por:

Gírias e expressões são usadas com bastante frequência pelos americanos.

Confira algumas abaixo e fique por dentro dos seus significados:

Turn-on: usasse para falar de algo ou alguém excitante. Ex: His smile is a real turn-on. (O sorriso dele é excitante).

Turn-off: Algo ou alguém desanimador/broxante. Ex: His breath is a real turn-off. (O mau hálito dele é de broxar).

Os verbos to turn on e to turn off (ligar e desligar) deram origem a esses dois substantivos, que, no sentido figurado designam algo ou alguém que excita ou que torna indiferente, sobretudo sexualmente.

Laid-back: relaxado, calmo, desencanado. Ex: My friend is so laid-back. (Minha amiga é tão calma).

Laid é o particípio passado do verbo to lay, que significa deitar-se. Uma pessoa que não se preocupa com seus problemas fica, no sentido figurado, “deitada para trás”, sem estar nem aí. Dependendo da situação esta expressão pode ser usada como um elogio ou como crítica.

Sneak away: sair de fininho. Ex: Don’t sneak away! Come back here and help me. (Não saia de fininho, volte aqui e me ajude).

To be on the safe side/ Just in case: para garantir. Ex: It might rain. Let’s take and umbrella to be on the safe side – ou – Let´s take an umbrella just in case (Talvez chova. Vamos levar um guarda-chuva só para garantir.

A blast: se divertir muito, adorar, have a great time. Ex: What a great party! I’m having a blast! (Que festa ótima! Estou adorando).

Putting me on or Kidding me: estar de brincadeira. Ex: That story can’t be true. You’re kidding me. (Aquela história não pode ser verdadeira. Você está de brincadeira comigo).

No way: de jeito nenhum, impossível. Ex: She wants me to work on sunday. No way! (Ela quer que eu trabalhe no domigo. De jeito nenhum ou impossível!)

Can’t stand: algo ou alguém intolerável, insuportável. Ex: I’m not inviting Elisa to my party. I can’t stand her! (Eu não estou convidando Elisa para minha festa. Eu não suporto ela).

Se você quiser se apronfundar nas gírias e expressões um bom livro é: “How do you say…in English?” do autor José Roberto A. Igreja. Editora Disal

3 comments