11 fev 2016

As estações no EUA: Inverno

Categoria: Au Pair is...

Por:

Hello guys? How are you?

 

Hoje vou contar pra você um pouquinho sobre o inverno aqui em New Jersey. Lembrando que estou falando somente sobre onde moro: Central Jersey.

Parece que esse ano o inverno está mesmo sendo mild como tantos estavam dizendo. Um inverno tranquilo, nem tão frio assim (por enquanto pelo menos). É claro que pra gente o não tão frio na verdade é um superrr frioo! Mas a menor temperatura que peguei aqui foi de -14 celsisus. Nem foi tão ruim assim, em outros estados já fez bem mais frio. A única grande coisa que tivemos foi o snow storm (tempestade de neve). Caiu muuuita neve e ninguém pode sair de casa durante um final de semana de Janeiro.

Você só passará frio se quiser sair andando pelas ruas durante o inverno, porque em todos os lugares tem aquecedor. Você entra em uma loja, restaurante, cinema e está quentinho… dentro do carro também é quentinho. Se você tiver um bom casaco já é suficiente, não precisa ficar comprando 237 blusas.

Como é para dirigir na neve: tranquilo, desde que não tenha muita neve no chão. Se houver neve, vá mais devagar, faça curvas mais abertas e preste muita atenção!! Também não esqueça de limpar bem o carro antes de sair, já que se algum pedaço de neve cair do seu carro, atingir outro e causar um acidente, você pode ter problemas.

 

Enfim… o inverno é lindo <3 Eu estou adorando o inverno de New Jersey! É muito divertido brincar na neve!

 

Algumas fotos e vídeos:

 

No comments

3 jun 2015

E o medo?!

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Fotos, Medo, Viagens e Passeios

Por:

Sim, eu sei que um dos maiores problemas de se tornar

uma au pair é o medo que sentimos. Medo de deixar a família, o emprego, medo de não se adaptar, de sofrer algum tipo de violência, de se perder, de voar de avião, de deixar o namorado, de não fazer novos amigos, de não conseguir falar inglês… Todos esses e muitos outros também fizeram parte da minha jornada, e tenho que confessar que ainda fazem as vezes. Não, este post não é nenhum tipo de auto-ajuda que

acabará com seus medos, mas uma forma de mostrar que mesmo com medo é possível correr atrás dos seus sonhos.

A verdade é que se você chegou até aqui, e está pesquisando muito sobre a vida “auperiana”, no fundo você já tomou a sua decisão. Agora é só uma questão de ir em frente. Aconteceu prix cialis 20mg en https://www.viagrasansordonnancefr.com/viagra-france/ pharmacie comigo também, passei meses pesquisando informações, lendo blogues, assistindo vídeos. Eu era tão medrosa e cética a respeito do programa, que cheguei a pensar que era tudo uma mentira, que as meninas do vídeo eram pagas pra gravá-los e que os blogues eram todos criados pelas agências. Julguem se quiser, porque eu era mesmo paranóica. E mesmo sendo a pessoa mais paranóica, caseira, apegada

com a família, e MEDROSA que eu conheço, tudo deu e está dando muito certo para mim até agora.

Algumas meninas também me perguntam sobre a melhor idade para vir, e ficam preocupadas com isso. Eu vim com 24, e estou muito contente com isso. Poderia ter vindo antes, mas por uma série de fatores que já expliquei em outro post, tudo em minha vida me encaminhou para vir com esta idade. Hoje eu

agradeço a Deus por isso, pois vejo que eu precisava passar por todas as experiências que passei no Brasil para que chegasse aqui mais madura, aberta e agradecida. Claro que cada pessoa é de um jeito. Tenho amigas

mais novas que são bem mais auto-confiantes do que eu para dirigir e tomar decisões aqui, e da mesma forma conheço muitas mais velhas com a maturidade das crianças de quem https://www.acheterviagrafr24.com/viagra-en-france/ elas cuidam. Infelizmente não há receita mágica, cada pessoa é uma pessoa, e cada caso um caso. O único conselho que eu me atrevo dar sobre idade é: não venha antes dos 21! Se tiver 20 e for fazer 21 no mesmo ano tudo bem, mas antes disso acho besteira. A não ser que você

não goste de beber e não dê a mínima para festas e bares, daí tudo bem. Mas essa história de vir novinha e tentar dar “o migué” https://www.acheterviagrafr24.com/achat-viagra-en-ligne-quebec/ nas leis é muito risco pra pouco prêmio. As leis aqui são rigorosas e costumam funcionar na maior parte do tempo. Minha opinião conclusiva com relação a idade é: quanto mais velha você vier, mais madura vai estar, e melhor saberá aproveitar as oportunidades e lidar com as dificuldades. Não estou dizendo que você seja imatura antes dos 21, mas imagine que se você já tem toda essa maturidade aos 18, por exemplo, aos 22, você só terá agregado valor a isto.

Voltando aos medos… Sim, dá medo na hora de se inscrever na agência, na hora de conversar com uma família, na hora de tirar o visto, na hora levitra and generic mg de embarcar no avião, na hora de desembarcar, durante o treinamento, na hora de conhecer a família, na hora de começar a dirigir, na hora de sair sozinha, na hora de se inscrever para um curso… É uma coleção de medos constantes, e a cada um que se vai, outro chega. Mas ao final de cada medo superado você vai se sentindo mais forte e mais orgulhosa de si mesma. A cada gelo na barriga enfrentado, você percebe que está um passo mais próximo de se tornar a pessoa que você quer ser, e esta é uma sensação impagável, que medo nenhum deveria impedir.

Esta foto é de fevereiro, logo que cheguei aqui, depois de enfrentar alguns desafios (inclusive com o frio).

4 comments

2 out 2011

Neve. E agora?

Categoria: Atividades, Dicas

Por:

Sem ideias de brincadeiras pós-nevascas? Assim q acabar a tempestade não deixe de brincar com essa neve fresquinha q caiu do céu! Nesse dia resolvi pegar um tupperware retangular e usá-lo como molde pra fazer “tijolos” de neve e construímos um forte. Acabou que toda a familia se envolveu na brincadeira e consegui levar as kids pra brincar lá fora. Ficar o tempo todo dentro de casa acaba sendo “way too boring” e as meninas ficavam muito crankies (chatinhas, emburradas). Mas antes de sair, tenha certeza de que todos estão bem agasalhados dos pés a cabeça.

P1230022

1 comment

4 mar 2011

Dirigindo na neve

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

Algumas dicas:

  • Acelere e desacelere devagar. Introduzir gasoline no motor aos poucos é o melhor método para ganhar tração nas rodas e evitar derrapagens.Não tente dirigir com pressa e desacelere e freie bem devagar para parar nos faróis. Lembre-se parar o carro numa rua com neve/gelo leva mais tempo, por isso fique atent.
  • Dirija devagar sempre. Numa rua coberta de neve, tudo demora mais, acelerar, parar, fazer manobras, virar.
  • Numa rua seca a distância recomendada entre um carro e outro é de 3 a 4 segundos, enquanto na neve essa distância deve ser aumentada para 8 a 10 segundos. Isso garante que você terá mais segurança e espaço para parar o carro.
  • Conheça o freio do carro. Independente se o carro tem freios antitravamento (abs) ou não, a melhor maneira de parar é aplicar uma pressão leve e constante no freio.
  • Se você puder evitar não pare o carro completamente. Existe uma grande diferença na inércia que precisa parar o carro versus com quanto é necessário para manter o carro andando. Se puder diminuir a velocidade até o farol abrir, faça isso.
  • Evite subir ruas muito ingrimes/altas. Aplicar mais gasolina no motor em ruas com neve, fará com que os pneus girem em falso. Você precisará de velocidade e força no início da subida e essa força que deverá levar o carro para cima e não você pisando no acelerador.
  • Não pare no meio da subida. Não há nada pior do que tentar colocar o carro em movimento numa rampa com neve (se fazer rampa em pista normal já é difícil para algumas mulheres, imagina com neve!).
  • Se você realmente não precisa sair, FIQUE EM CASA. Mesmo que você possa dirigir bem na neve, outros motoristas podem não ter a mesma prática. Não se arrisque desnecessariamente.

Texto adaptado do site: http://www.aaapublicaffairs.com/main/default.asp?categoryid=3&subcategoryid=55

Minha experiência

Quando comecei a dirigir na neve achei o máximo e por me considerar boa motorista, não tive medo de já pegar o carro e sair dirigindo, isso até eu bater o carro alguns meses depois….lol….

Detalhe o carro era zero, eles tinham acabado de comprar e eu ainda estava com uma das meninas e uma amiga dela no carro….Basicamente, eu estava devagar, mas não devagar o suficiente para uma rua com neve. A rua tinha duas curvas leves, uma para a direita e outra em seguida para a esquerda, eu (confesso!) estava meio distraída com a música e as meninas e quando vi o carro não respondeu quando virei a direção, estávamos indo direto para o jardim de uma casa, eu virei a direção no sentido oposto e acabei na contramão, quando vi, obviamente vinha um carro na nossa direção, virei de novo o volante, mas ainda assim o carro bateu na lateral do outro carro. Tudo isso aconteceu em segundos! Ou seja, péssimoooo! Essa é uma das experiências que você não irá querer em seu ano de au pair.

Por isso, todo cuidado é pouco e no fim minha host foi compreensiva e o seguro cobriu tudo, mas mesmo assim sabe o que ela me disse?: “Você não precisava ter ido buscar as meninas, podia ter mandado elas esperarem, ou ligado para a mãe de alguém ir buscar”. As vezes queremos ser prestativas demais, mas nessas horas o melhor seria eu ter ligado para minha host e dito: “preciso ir buscar as meninas, mas está nevando muito e estou receosa de pegar o carro”, ela iria resolver a situação de outra forma e ninguém precisaria se arriscar.

Em alguns estados a neve é tanta que é preciso amarrar correntes no pneus para garantir a tração do carro.

Conversem com a sua família sobre dirigir na neve, peçam que mostrem os recursos do carro (alguns tem botões que melhoram a tração) e se a coisa estiver feia lá fora, fique em casa.

No comments

27 fev 2011

Um dia na Tempestade de Neve

Categoria: Au Pair is..., Cultura

Por:

12-10-2005-21

Fiquei tão abobada com tanta neve que resolvi brincar lá fora e ajudar os vizinhos a tirar a neve da garagem.

3 comments