18 nov 2015

Para Au Pairs, cidadãs do mundo e a quem mais possa interessar

Categoria: Au Pair is..., Dicas, Medo

Por:

Querida você,

Eu sei que seus sonhos te dão medo. Mas você não era tão medrosa assim quando tinha cinco anos e lutou com a coleguinha do jardim de infância porque queria brincar de esconde-esconde e ela de casinha. Eu sei que tudo parecia tão mais fácil antes do que agora, porque você não tinha responsabilidades e nem escolhas a fazer. Aí é que você se engana. Seus pais acharam um máximo quando você disse o nome deles pela primeira vez aos dezoito meses, sendo que a maioria das outras crianças aprendeu um pouquinho mais tarde. Foi você. Quem teve a coragem, mesmo que inconsciente, de fazer diferente quando poderia ter sido igual aos outros.

Não estou dizendo que ser igual todo mundo seja ruim, mas sabe, teria sido um grande desperdício de espontaneidade guardar suas primeiras impressões da vida porque nem todo mundo estava pronto, mas você estava. É sobre isso que estou falando. Por mais que todas as outras pessoas te digam sobre o melhor caminho a ser seguido, é dentro do seu silêncio que a verdadeira resposta grita e deve ser exatamente por esse motivo que te abala tanto. O barulho incomoda, mas não tira o sono. O silêncio sim. E você será eternamente condenada pela sua mente que ecoará aquele “e se” capaz de destruir qualquer outro projeto futuro.

Se tiver que ir, vá. Se tiver que ficar, fique. Mas em paz. Foi a partir de uma decisão que sua história começou e a partir de outra que ela termina. Permitir que o medo do novo tire o gostinho do sucesso da boca não é corajoso, mas o que eu realmente quero dizer é: se ainda preferir não sentir esse gosto, tudo bem. Foi a sua escolha, e não ousou ser menos doce por isso. Tudo bem. Eu te entendo. Não existem escolhas perfeitas, mas certas. Para o momento, a vida, o namoro, o emprego e até mesmo para quem você quer se tornar. Foi por isso que chegou até aqui, então seja qual for a decisão que tomar, tenha coragem. Porque se eu pudesse te dar apenas uma coisa no mundo todo, seria isso: coragem.

Ass. De alguém que tenta ter coragem, mas que ainda assim, falha. Podemos tentar juntos, porque não?

Por Beatriz Bigarello

se eu pudesse te dar apenas uma coisa no mundo todo, seria isso- coragem

 

Facebook: Beatriz Bigarello

Instagram: Beatriz Bigarello

Snap: biabigarello

No comments

2 mai 2015

Como preencher o DS 160 e Solicitar o Visto

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

Preenchendo o DS-160 e Solicitando o Visto.

Oii meninas,

Então chegou a hora de falar sobre o DS, nunca pesquisei muito sobre isso achei interessante criar um post bem detalhado explicando como se deve preencher :) E para isso claro que vou preencher e escrever no blog e mandar para minha agente revisar tudo para ver se está ok… Porque como todas dizem essa é a parte mais chata do processo e a que tem que ser mais certinhaaaa! kkk

Com os documentos vieram:
Confirmação da Família
Carta da APIA
The Au Pair Exchange Program Brochure (que acho muito importante vocês lerem, porque fala tudo sobre o programa para você ter certeza de que é isso você quer e algumas dúvidas sobre o programa). Outra coisa, acho importante levar para o USA tbm, até porque como está bem explicadinho caso a família fuja com alguma regra do programa tem como mostrar esse documento para eles.

Começando:

*Acesse o site:  https://ceac.state.gov/genniv/ e escolha o local onde você irá aplicar seu Visa
*Salve o seu ID, pois será necessário na hora do agendamento do visto.
*Escolha uma frase de segurança e a resposta, é melhor da um print na tela caso você esqueça, pois você vai precisar dessa resposta depois para entrar no DS novamente.
*Coloque seu Sobrenome conforme está no passaporte, depois seu nome e o nome completo.
* Tem duas perguntas: Se já usou algum outro nome (como de casado essas coisas) e se seu nome tem algum código.
*Coloque seu Sexo e estado Civil
*Data de nascimento, cidade de nascimento, estado de nascimento e País de nascimento.
*Pais de Origem e se tem algum outra nacionalidade além da que informar, caso sim coloque o pais e o numero do passaporte.
*Número ID Nacional: numero do seu CPF sem traços e pontos.
*EUA Social Security Number: se não tiver apenas “does not apply”
*Taxpayer ID Number: não sei nem o que é isso coloquei não aplica
*Parte sobre endereço, pais essas coisas coloquei tudo em português mesmo..
*Número do Passaporte
*Passaport book number: Passaporte Brasileiro Não se Aplica
*Data de emissão do passaporte e validade.
*Categoria do visto Requerido: Alguma coisa com final (J) e depois com o final (1) Pois nosso visto é o J1.
*Data de chegada nos EUA, tempo que pretende ficar
*Colocar qual vai ser seu endereço nos Eua.
*Pessoa que paga sua viagem: Coloquei os dados da minha agência (minha agente que pediu haha)
*Perguntas sobre se já esteve nos EUA antes.
*Contato: Nessa parte colocar o nome de alguém (parente amigo) dos EUA que eles possam contatar caso algo aconteça. (Eu coloquei os dos meus Host)
*Dados dos pais: Nome e data de nascimento da mãe e do pai.
*Pergunta: Você parente nos EUA? Ou alguem proximo?
*Ocupação, e explicar algumas coisas
*Se já trabalhou antes, colocar nome da empresa,endereço e responsabilidades.
*Muitas perguntas sobre saúde, vicíos, crimes
*Colocar dados de duas pessoas que não sejam parentes para confirmar seus dado.s
*Número do SEVIS (taxa que a Apia paga) fica em cima no código de barras e começa com N
*Número do progama: ao lado do código de barras no formtado P-0-00000.
*Tem a pergunta: Você pretende estudar nos EUA? Eu coloque que sim, no nome da escola coloque: Au Pair Participant, curso: do not know yet, e o endereço a minha agente me passou.

Depois de tudo minha agente super fofa  *-*(A Daniela da Experimento do Higienópolis) revisou tudo e deu o ok.

Muitaa coisa, mas nada de sete cabeças, achei outro link que é ainda mais explicadinho…
http://www.viajandoparaorlando.com/materias/materias_exibir.php?id=39

VISTO

Esses são os passo a passo para solicitar o visto:

*Acesse o site > E crie uma conta.
*Vá em Agendar Entrevista para ter acesso as informações de visto, pagar a taxa  e agendar a entrevista.
*Siga o fluxo do site para selecionar a Seção Consular.No campo de propósito da viagem, selecione “visto de não-imigrante” e depois a opção “agendamento de visto comum”. Depois, disso clique em “agendamento comum de visto” e selecione a opção “todos os outros (Estudantes, Viagem, Trabalho Temporário, etc.)”, em seguida a opção “ visitante de intercambio (J1, J2)”.
Selecione o consulado onde você irá realizar a sua entrevista e obtenha mais informações sobre o visto a ser solicitado na seguinte tela.
*Coloque as informações do DS-160
*Insira o numero do seu SEVIS ID que está em cima do código de barras do DS 2019.
*Na parte de pagamento escolha a opção de pagamento:
– BOLETO: gere o boleto, e depois do pagamento é necessário aguarda até dois dias úteis para a confirmação do pagamento. Depois da confirmação refaça todo o passo novamente, insira o código do recibo do boleto e agende sua entrevista.
– CARTÃO DE CRÉDITO: preencha todos os campos e aguarde a confirmação da transação e passe para o próximo passo.

*Calendário, escolha o dia e o horário dísponivel para sua entrevista e confirme a data.
* Confirme todos os documentos necessários e boa sorte!!.

Então é isso meninas, dúvidas just let me know :)

No comments

25 abr 2015

Sobre minha Entrevista, Itep e o teste Psicológico.

Categoria: Au Pair is...

Por:

Quando você vai na agência entregar os documentos e o Application, você tem que passar pela entrevista em inglês, fazer o ITEP e o teste psicológico. Então vim contar como foi um pouco cada coisa. Acalmem-se não é nenhum bicho de sete cabeças haha

ENTREVISTA
Começa pela entrevista, que é somente em INGLÊS e muito tranquila, pelo que entendi, minha agente me fez umas perguntas para colocar no app (vi ela preenchendo lá na hora) , nas perguntas que não entendi ou nas palavras que acabava perdendo ela repetia e algumas vezes me falava até em português soo esay. As perguntas são coisas do tipo:

  •  O que você faz quando está livre.
  • Conte me sobre sua família
  • Porque quer ser Au Pair
  • Como acha que vai ser viver sem seus pais, irmãos e etc.
  • Como achar que é dirigir lá
Coloquei só algumas perguntas que eu lembrei.
ITEP
  Quando ao ITEP, ela te explica como vai ser o exame, o exame é feito pelo computador. São só listening e speaking, sendo oito perguntas de áudios bem rápidos, cinco perguntas de um áudio de 5 minutos, e mais cinco perguntas de um áudio de 3 minutos e meio e se não me engano você tem um tempo certo para responder todas elas, acho que os dos áudios mais longos são 3 minutos para as 5 perguntas.. Depois disso você responde as duas perguntas do listening, o teste não demora mais que 25 minutos.

Geeeente sério, o teste do Itep não é tão difícil assim como falam por ai, achei o maldito teste de michigan muitoooooooo mais difícil, porque cai muito mais gramática e tals, e como a minha agente falou: “Eles não querem saber se você fala bem, se sabe gramática ou algo do tipo, o foco do teste é saber se você entende eles e sabe se comunicar”.  Os áudios são muitos fáceis, só tem que prestar muitaaaaa atenção, e é sempre bom praticar o listening com musicas, séries legendadas e esses tipos de coisas. E no final de tudo, tive que assinar um termo concordando em não divulgar nenhum conteúdo sobre as questões do teste para as meninas, ou coisa to tipo.

TESTE PSICOLÓGICO
O teste psicológico é super fácil também, são 120 perguntas se eu não me engano, mais são perguntas curtas e diretas, só se atentar porque tem muitas perguntas de diferentes enunciados mas com o mesmo conceito só para ver se você entra em contradição, mas é tipo isso:

  • Você prefere ser arquiteto do que mecânico?
  • Prefere concertar um máquina ou ver um edifício sendo construído?
  • Prefere fazer as coisas o mais rápido possível ou deixar para fazer outra hora?

 

Espero que tenha ajudado. Qualquer dúvida deixe nos comentários, beijos :*

4 comments

21 jan 2015

Minha história até aqui…

Categoria: Au Pair is...

Por:

Oi Meninas,

Meu nome é Anne, tenho 19 anos  sou de São Paulo Capital e atualmente moro em Cos Cob – Connecticut.

Sou a mais nova embaixadora do Au Pair is… Estou adorando poder compartilhar minha experiência.

E para vocês conhecerem um pouco melhor sobre mim, vou contar um pouco da minha história até aqui.

Eu decidi ser Au Pair em 2012, quando estava com 18 anos.  Fiquei sabendo do programa através da minha tia que trabalha em uma agência de intercâmbio. E foi ai que começou a minha jornada.

Eu levei um ano e meio em todo meu processo, porque tive que tirar a carta e treinar um pouco mais o meu inglês.

Meu processo começou em Janeiro de 2014 com a Experimento. Levei em torno de dois meses para entregar o application e duas semanas para ficar online. Quando eu finalmente fiquei online, foi uma felicidade que só. Uma coisa única! haha. E com uma semana entrou a primeira família no meu perfil: Quatro crianças, idades: 9,7,2 e 1 ano, trabalhar das 8-3, uma hora de New York.

De primeiro olhar, pensei em sair fora! Quatro crianças não é pra mim hahaha… No segundo dia, depois de pensar um pouco mais sobre o assunto, resolvi mandar e-mail agradecendo o interesse no meu perfil e se tinham perguntas que quisessem me fazer. No mesmo dia a mãe me respondeu o e-mail querendo marcar um skype para aquele mesmo dia. Fizemos skype e depois de conversarmos por uns 40 minutos eu senti que aquela poderia ser minha família. Eu fiz skype só com a mãe, ela me contou do dia-a-dia das crianças, como seria minha rotina na casa, me perguntou como eu agiria em certa situações e pediu que fizéssemos skype no outro dia com as crianças. Fizemos skype! Conheci as crianças, conversamos bastante e no mesmo dia ela pediu MATCH!   O queee?? OI?? É comigo? HAHA. Pedi um tempo pra pensar, disse que terias algumas perguntas para se fazer e ela pediu que eu tirasse o tempo que fosse necessário. Depois de dois dias trocando vários e-mail’s e pensando sobre isso, eu fechei com essa família. Tive o match em Abril e meu embarque estava marcado para o dia 21 de Julho.

Estou morando aqui há quase seis meses. Eu tenho uma família maravilhosa. Sei que pareceu loucura fechar com a primeira família e ainda mais com quatro crianças. Mais desde o começo a mãe sempre foi muito sincera quanto as expectativas dela e eu quanto as minhas expectativas. Ela trabalha em escola pública, então nas férias e nos spring break ela está sempre em casa. Meu dois kids mais velhos passam o dia inteiro na escola e quando voltam com a mãe já estou off. Eu cuido apenas dos dois menores, passo a maior parte do tempo com eles. Desde que cheguei aqui, poucas foram as vezes que fiquei com os quatros sozinha. Eles me tratam de igual pra igual e me respeitam demais.

Isso foi um pouco sobre mim, espero que tenham gostado. Beijoos :*

3 comments

12 out 2009

Quando se inscrever no programa

Categoria: Au Pair is..., Dicas

Por:

100_0296

O tempo que pode levar todo o processo – do application ao embarque – pode variar, pois depende de vários fatores.

Vou dar um exemplo, para que vocês possam ter uma idéia de como funciona cada etapa e quais são as variáveis que influênciam:

1. Compra do application.

2. Entrega do application preenchido: eu fiz em um mês, pois queria pegar uma promoção. Esse tempo é você quem controla, pode fazer em 15 dias ou demorar 3 meses e até mais. Mas, para este exemplo vamos supor que levará um mês.

3. Receber a carta de aceite. Eu recebi em exatamente um mês após a entrega do application. Novamente pode variar de acordo com a quantidade de applications que  agência precisa analisar, com a época do ano, e também se os applications estão completos, caso contrário você tem que colocar mais informações e voltar para a “fila”. Por isso é importante verificar cada item do application, eu fui 2 vezes falar com a minha consultora para ver se estava tudo certo antes de entregá-lo definitivamente. Nesse caso, vamos supor que o aceite vai demorar 2 meses.

4. Os contatos com as famílias. De novo, no meu caso demorou 1 mês. Isso vai depender da data que você colocou para embarcar, se você colocou que quer embarcar em agosto e é fevereiro, as famílias vão demorar a aparecer pois geralmente elas procuram uma au pair que possa começar em 2 ou três meses. Além disso, se você fez escolhas no seu application de regiões que prefere morar ou idade das crianças, pode ter reduzido o número de famílias que entrará em contato com você. Mais uma vez um application “redondinho” e uma carta legal aumentam as chances de mais famílias entrarem em contato com você. Vamos considerar que demorou 1 mês para você receber as famílias interessadas e também 1 mês para se decidir, total 2 meses.

5. Visto. Quando eu recebi o aceite já marquei meu visto para dali três meses, você também pode fazer isso ou se preferir esperar pelo match com a família e então marcar o visto. É bom que na entrevista de visto  você já saiba com qual família irá morar, caso perguntem na entrevista. Para agendar o visto é preciso colocar um endereço de contato nos EUA e eu sempre coloquei o da APIA e deu tudo certo, verifiquem se este procedimento ainda pode ser adotado. Vamos considerar mais 2 meses para você conseguir agendar o visto e torcer para que ele saia de primeiro!

6. Embarque. Pronto agora é só arrumar as malas, fazer a festa de despedida e partir! Do visto ao embarque pode-se levar mais alguns meses, depende de quando a família precisa de você. Pode ser que você vá um pouco depois ou até antes do que previa, mas acredito que nada se altere em mais ou menos de 1 mês.

Portanto temos 8 meses do application ao embarque!

Como disse antes esse tempo varia muito, mas já dá para se ter uma ideia de como funciona cada etapa e com qual a antecedência você precisa de preparar.

Eu começei o processo em novembro de 2006 e viajei em junho de 2007, mas tem menina que faz tudo em 4 meses!

3 comments